29 de junho de 2019

Amantes das séries: Dilema

   Olá meu povo, como estamos? Hoje temos a indicação de uma série que vi no blog da Chris, do Inventando com a mamãe. Ela falou tão bem que fiquei curiosa e agora estou aqui para comentar sobre ela também. 😉 A série está no catálogo da Netflix e se chama Dilema.

Dilema
Foto: Divulgação

Dilema

Ficha técnica 

Série: Dilema

Ano: 2019

Temporadas: 1

Episódios: 10

Anne (Renée Zellweger) é uma mulher enigmática e poderosa que fará uma proposta inusitada para um jovem casal com problemas financeiros. Apesar de ser sedutora e carismática, ela esconde grandes segredos sobre algo que aconteceu em sua juventude.

   Lisa é uma mocinha linda e super inteligente, que tem um sonho de salvar milhões de crianças da mesma doença que levou sua irmãzinha mais nova. Ela lutou sua vida inteira e acha que desenvolveu uma técnica revolucionária, capaz de predizer em qual gene está a doença, mesmo com a criança recém-nascida e pode tratar logo para evitar que a doença se desenvolva.
   A questão é que, apesar de revolucionária, a ideia é bem arriscada e cara. E não é todo investidor que está com coragem para arriscar seu nome e dinheiro investindo em tal ideia. E assim começamos com uma empresa de startup quase falida e o sonho de Lisa quase morto. Até que aparece Anne Montgomery, uma mulher famosa e super poderosa, conhecida por todos como “a devoradora”. Ela tem esse título porque o que ela quer, ela pega, e não importa quantas pessoas vai passar por cima para conseguir.
   Na cabeça de Anne, todos devem se submeter à vontade dos mais fortes. E, ao contrário de todos, está disposta a investir milhões na empresa de Lisa, porém com um contrato para lá de estranho. Eis que, para que o dinheiro caia na conta da empresa, Lisa deve permitir que Anne passe uma noite com o marido de Lisa, e tudo o que acontecer nessa noite deve permanecer em segredo.

Dilema
Foto: Divulgação

   Sei o que está pensando: “como a Anne é safada! Não basta ser a mulher da grana, ainda quer passar a noite dormindo com o marido das outras!” Pois é, você pensou isso, eu pensei isso… e Lisa também pensou isso… Anne diz que as pessoas não são fortes por que se apoiam demais em outras pessoas e casamentos, família, etc. E quer saber até onde Lisa está disposta a ir por sua empresa.
   Sei o que você está pensando também: “Lisa não é uma pessoa fria, ela não vai deixar que o marido dela a traia assim”. Mas já vou adiantando que ela deixa sim que seu marido Sean passe a noite com Anne Montgomery! Uau! Você deve estar pensando que Lisa é uma trouxa enganada pela mente da Anne, mas nada é o que parece nessa série.

Dilema
Foto: Divulgação

   Lisa se pega o tempo todo pensando no que foi capaz de deixar seu marido fazer para ter a empresa que tanto amava, e acha que seu marido a traiu, o que faz dela uma “corna mansa”. Acontece que o que realmente houve no apartamento de Anne Montgomery com Sean permanece um mistério para todos nós. A única coisa que sabemos é que essa noite vai mudar a vida de todos os personagens. Ela foi suficiente para trazer de volta fantasmas do passado de todos, inclusive de Lisa, a nossa mocinha que de inocente tem nada.
   Para começar, Lisa deixa seu marido ir dormir com outra mulher nem tanto por ser submissa, mas porque no fundo tem uma mentalidade parecida com Anne. E ela vê nisso uma chance de saber quem é a mais “forte”. Anne quer provar que todos tem uma fraqueza, mas até ela tem seu “calcanhar de Aquiles”, o que Lisa descobre e aí começamos um verdadeiro jogo de gato e rato entre as duas. E o Sean? Bem, ele também tem seus demônios para esconder e passar a noite com Anne só os fizeram voltar a tona de uma forma impressionante e assustadora. Longe de ser um triângulo amoroso, esses três tem mais coisas em comum do que você imagina…
   Além disso, todos os outros personagens tem atitudes que irão te impressionar e no fundo você vai acabar dando razão ou defendendo os atos que eles tem. Todos os personagens são verdadeiramente humanos, com defeitos e segredos dos quais tem vergonha. A questão é o que você vai fazer para protegê-los das pessoas que ama.
   Dizem que essa série é a la Revenge, mas como não assisti, “não sou capaz de opinar” (rsrsrs). E o que posso dizer sobre ‘Dilema’ é que você deve assistir e tirar suas próprias conclusões sobre o que pensa a respeito dos personagens. Eu acho que mais próximo da realidade impossível. Por mais que as pessoas possam ser cruéis, essa é a forma que o ser humano é, ainda mais quando está contra a parede.
   O que achei interessante é o irmão adotivo de Lisa, que tem um relacionamento homossexual e aberto com seu namorado. Ele na real tem medo de fazer muita coisa e seu namorado meio que o ajuda a se libertar desses monstros que o assombram. A questão é que, quando ele se liberta, quem se assombra é a gente, com aquele velho ditado “as aparências enganam”. E não estou falando sobre sexo… estou falando que o segredo dele na real une mais ainda Lisa, Sean e Anne Montgomery.

Dilema
Foto: Divulgação

   É apenas uma temporada, com 10 episódios bem curtinhos. Então dá para maratonar tranquilamente. Só peço para prestarem atenção a todos os detalhes, pois a todo momento segredos são revelados e ele liga as próximas cenas. 
   A princípio é uma série que você não dá nada. Li relatos de pessoas que acharam a série cafona, mas que era impossível deixar de ver. Eu não achei cafona, mas também não foi a melhor série que vi na vida. Mas concordo que não dá para parar de ver, já que aguça nossa curiosidade para saber o que vai acontecer depois. O final também dá uma prévia do que esperar para a segunda temporada, a qual já foi anunciada pela Netflix.

   Apesar de recomendar a série, não é uma que merece nota máxima. Mas é uma boa se você curte tramas parecidas com novelas das 21h.

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui