9 de junho de 2020

Amantes das séries: Não fale com estranhos

   Olá meu povo, como estamos? Hoje temos o quadro Amantes das Séries no Mundinho, e vou falar sobre a última série que assisti no catálogo Netflix, chamada ‘The Stranger’, traduzida no Brasil como ‘Não fale com estranhos’. Ela foi baseada no livro de mesmo nome, do autor Harlan Coben, e me deixou de queixo caído. 

The stranger - Netflix
Foto: Divulgação/Netflix

Ficha técnica: 
Série: The Stranger (Não fale com estranhos)
Gênero: Drama/Supense
Ano: 2020

Temporadas: 1
Episódios: 8 (média de 45min)

Quando segredos obscuros vêm à tona, o pai de família Adam Price (Richard Armitage) parte em uma busca desesperada e implacável pela verdade sobre todas as pessoas que têm algum nível de proximidade com sua vida.

The stranger - Netflix
 
    Essa é a segunda vez que assisto uma série baseada nas obras de Harlan Coben e, meu povo, que série foi essa… 
    Estamos no Reino Unido, numa cidade pequena, onde todos vivem suas vidinhas e se conhecem há gerações. 
   Adam Price é um cara muito bem casado e ama sua esposa, com quem tem dois filhos. Ele é advogado e ela é professora na escola onde seus filhos estudam. 
   Professora querida por todos, Corine é uma boa mãe, sincera e honesta… até a página dois…  
  • Leia também: Safe

   As coisas iam muito bem com o casal, até que Adam é surpreendido por uma estranha, que parece saber muito sobre sua vida e sua esposa. 
    A princípio ele fica indignado, pois a moça chega falando de coisas que sua esposa o enganou esse tempo todo, e ainda me tem provas! 
   O que você faria se estivesse no lugar dele? Chamaria ela de maluca? Iria comprovar se ela tava falando a verdade? 
Não fale com estranhos - Netflix
Foto: Divulgação
   Adam decide procurar saber pela boca de sua esposa a verdade e, quando confrontada, ela fica nervosa e acaba confirmando o que ele tinha nas mãos. 
  Por que ela mentiu pra ele? Ele nunca soube, mas quando estava prestes a descobrir, acontecem vários crimes na cidade, aparentemente aleatórios, mas que no final, podem estar interligados. 
  Eu nunca li os livros do autor, mas se forem iguais às séries que vi, tenho certeza que serão incríveis. Aliás, essa série é baseada num livro de mesmo nome. 
  A estranha em questão é uma mocinha, mas não se enganem por sua pouca idade. Ela sabe de todos os segredos das pessoas. 
  A começar por Adam, que sempre confiou em Corine, até descobrir o que ela fez no passado, e que envolvia ele e os filhos. 
  Com muita raiva por descobrir isso da boca de uma estranha, ele começa a se questionar o porquê de Corine tomar aquela atitude. E, quando confrontada, Corine apenas lhe responde: 

“Todos temos segredos, até você.” 

  
   
   Depois dessa frase, tudo começa a acontecer na cidade. Aparentemente, por onde a estranha passa, coisas ruins acontecem. 
   Acidentes, assassinatos, desparecimentos… tudo para manter segredos bem guardados. Aos poucos, Adam se vê enredado em várias investigações policiais, que podem estar ligadas ao que aconteceu com sua esposa. 
   Sem saber o que falar para seus filhos, desconfiando de todos, ele acaba meio ajudando a polícia, meio trabalhando sozinho, pois começa a desconfiar até da própria sombra. 
   E, cá entre nós, ele tem todos os motivos para isso. Até porque os amigos que ele achava que eram mais próximos, tinham segredos que escondiam dele… envolvendo sua esposa! 
   E o que a estranha tem a ver com isso? Bom… tudo! Aos poucos vamos descobrindo também que ela tem mais a ver com aquela cidade do que se pensava e nem é tão estranha assim, se a gente ligar os pontos…
Não fale com estranhos - Netflix
Foto: Divulgação
   Os episódios, apesar de terem 45min de duração em média, são bem fáceis de maratonar, pois as coisas acontecem tão rápido que você nem sente o tempo passando. Então acaba vendo a temporada toda em pouco tempo, até porque tudo se resume em oito episódios. 
   Só tem que prestar bastante atenção aos detalhes, pois coisas que acontecem lá no final podem explicar o que você viu no terceiro, ou outro episódio. Então, todo detalhe importa, mesmo que pequeno. 
   Eu amei a fotografia, até porque se passa num lugar com bastante natureza ao redor. O que ajudou bastante no cenário. 
   Além de Adam, temos uma participação incrível de nossa investigadora principal. Só fiquei irritada porque estou tão acostumada com os americanos e suas ações mais rápidas, que fiquei agoniada com a lentidão deles para resolver as coisas. 
   Se não fosse Adam investigando por conta própria, era bem fácil passar a perna neles. O que achei meio esquisito. 
  Mas também, levando-se em consideração que as taxas de crimes na Europa são relativamente mais baixas do que encontramos do lado mais ocidental…Talvez por isso eles não tenham pressa em resolver os casos, já que não devem acumular. 
  Mesmo assim, fiquei maluca aqui em algumas cenas, que deu vontade de entrar na série e salvar o dia com minhas próprias mãos… (rsrsrs)
Não fale com estranhos - Netflix
Foto: Divulgação
   A não ser por isso, amei a escolha do elenco e, apesar de aparentemente ter um final resolvido, li rumores de uma segunda temporada que seria filmada. Sinceramente, não vejo necessidade disso, já que as pontas foram amarrada no final. Mas vai saber o que a Netflix tem em mente, até porque não li o livro e não sei se tem brecha para isso também…  
   Mas posso dizer que vale muito a pena assistir essa série, especialmente se você curte mistérios, suspense e aquele final que tudo fica de queixo caído, se perguntando como não pensou nisso antes. 
Não fale com estranhos - Netflix
Foto: Divulgação
   Além da fotografia, o que gosto nessas séries baseadas nas obras de Harlan Coben são as músicas de abertura. Nem preciso dizer que já estou com ela grudada na cabeça que nem chiclete, né? 
    Quem quiser ficar com o gostinho da música da abertura, é só aproveitar o vídeo abaixo. 😉

 

   E aí, já tinha assistido essa série? Curtem séries baseadas em livros? Me contem aí, bora conversar! =)

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui