23 de outubro de 2021

Amantes do Cinema | A batalha esquecida

    Olá meu povo, como estamos? Nos últimos tempos, estava me rendendo mais às séries do que aos filmes. Mas vi que estrearam alguns bem interessantes no catálogo da Netflix e conferi no último final de semana. Hoje, eu trago minhas impressões sobre A batalha esquecida
A batalha esquecida | Netflix
Foto: Divulgação/Netflix

Ficha técnica: 

Filme: A batalha esquecida
Gênero: Drama, Guerra
Ano: 2021
Duração: 2h04min
País: Holanda

A Batalha Esquecida acompanha as histórias entrelaçadas de um piloto britânico, um garoto holandês lutando do lado alemão e um membro da resistência holandesa. Ambientado em torno da Batalha do Rio Escalda, suas escolhas diferem, mas o objetivo é o mesmo: a liberdade.

A batalha esquecida | Netflix

 

    A batalha esquecida se passa na II Guerra Mundial, quando a Europa Ocidental lutava para se libertar dos tentáculos da Alemanha. 
    Aqui, ao contrário do que normalmente acontece nas adaptações, que vemos as coisas acontecendo pelo lado da maior hierarquia e quase não vemos os que os soldados pensam, aqui eles tem voz… ou quase… 
    Baseado em fatos reais, esse filme nos mostra os bastidores da Batalha do Rio Escalda que, para quem, assim como eu, não sabia: 


“A Batalha do Rio Escalda é um marco significativo na história compartilhada pela Holanda e o Canadá. Liderada pelos canadenses, aquela batalha feroz marcou o começo da libertação da Holanda”. [Fonte]

“Embora a vitória na Batalha do Rio Escalda tenha ajudado, essencialmente, a preparar o caminho para a libertação da Europa Ocidental pelos Aliados, ela teve um enorme custo. Mais de 6.000 canadenses foram mortos ou feridos, durante as cinco semanas de intensos combates com as forças alemãs, bem fortificadas, ao longo do rio Escalda”.[Fonte

A batalha esquecida | Netflix
Foto: Divulgaçao/Netflix

    Filmes de guerra sempre são carregados de sentimentos, principalmente angústia, raiva e até tristeza quando vemos os acontecimentos, especialmente sabendo que de fato aconteceram e são parte de nossa História. 
    E A batalha esquecida tem tudo isso, especialmente por ter aquele toque de realidade que sabemos logo de cara. 
    Aos poucos, vamos conhecendo cada protagonista dessa trama. Um piloto britânico, um soldado holandês que apoia os ideais alemães e uma civil, filha de um médico obrigado a trabalhar para os alemães, mas que a vida faz com que ela se junte à resistência. 
   Três pessoas completamente diferentes, com pontos de vista distintos, mas que tem um ideal em comum pelo que lutar: a liberdade. 
   Liberdade de sua família, liberdade de seu país e de todo o mundo, não importa. Logo vemos que são apenas três esferas de um mesmo desejo, e o destino acaba por unir as pessoas mais improváveis para isso. 
A batalha esquecida | Netflix
Foto: Divulgação/Netflix
   Independente de qual lado estejam, eu não consegui torcer contra ninguém nesse filme, especialmente por que numa guerra não há vencedores, já que muita gente acaba morrendo nesse processo. 
   Vamos entendendo, ao longo do filme, o motivo de cada um estar ali e, mesmo que seja mesquinho e egoísta no início. 
   Apesar de serem jovens, é nítido ver o quanto eles foram transformados pela guerra e envelheceram décadas em poucas semanas, não em idade, mas em consciência mesmo. 
   E vemos também que, para ser humano, não importa de qual lado você esteja nas trincheiras, sua cabeça pesa e uma hora você vai fazer o que é certo naquele momento, mesmo que as pessoas à sua volta te chamem de doidx. 
   Esse é um filme longo, mas que eu não consegui desgrudar. O tempo passou e eu nem senti, de tão absorta que fiquei. 
A batalha esquecida | Netflix
Foto: Divulgação/Netflix

   Apesar de ser um filme de guerra, quase não vi cenas de ação, já que o foco ficou mais nos bastidores e nos próprios personagens, o que rendeu um filme mais paradão. 
   Além disso, por se passar num clima de guerra, ele é todo sombrio por si só. Então as cenas são sempre mais escuras, mas com uma fotografia incrível. 
   Fora que ele tem uma carga emocional enorme para compensar a falta de ação, o que combinou muito bem com o filme e consegui me sentir junto de cada personagem e entender mais ou menos o que se passava na cabeça de cada um.
   Com esses três, eu sofri, me angustiei, chorei, torci e até senti a emoção do luto que eles passaram. 
   Apesar de já saber como termina, pois é uma cena da vida real, foi impossível segurar as lágrimas no final do filme, que termina em clima de alegria, ao mesmo tempo que de luto, pelo custo que essa vitória teve sobre o mundo. 
A batalha esquecida | Netflix
Foto: Divulgação/Netflix

   Eu estava há um tempo sem ver filmes e esse foi um verdadeiro achado, que recomendo, seja porque você curte filmes com essa temática, ou por gostar de obras baseadas em fatos reais. 
    

   Já tinham visto esse filme? Curtem filmes nessa temática? Me contem aí! 

   
    
      
Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui