26 de novembro de 2020

Amantes do cinema | Kadaver

   Olá meu povo, como estamos? Hoje eu vou falar sobre Kadaver, um filme que estreou há pouco tempo no catálogo Netflix. 
Kadaver | Netflix
Foto: Divulgação

Ficha técnica

Filme: Kadaver

Gênero: Terror, Drama

Duração: 1h26min

Ano: 2020

País: Noruega

Em Kadaver, vivendo um escasso período de fome após um desastre nuclear, uma família de três pessoas é convidada para um evento de caridade em um hotel, onde os convidados serão alimentados. Tudo corre bem, até que, uma a uma, as pessoas começam a desaparecer, desencadeando uma sombria trama.


Kadaver | Netflix


   Após um desastre terrível numa cidade da Noruega, várias famílias foram atingidas e estão sofrendo bastante. 
   Os dias não são mais os mesmos. Tudo é incerteza e conseguir comida é quase uma missão impossível todo dia. 
   As pessoas estão desesperadas, mas uma família em especial, formada por Leonora e Jacob, tenta não perder a esperança, principalmente por causa da filha pequena deles. 
   Os dias seguem com muita dificuldade, até que um dia, chega uma oferta tentadora para a cidade. Um jantar bem pomposo, com tudo que se tem direito, oferecido de graça para quem quiser entrar no hotel mais luxuoso que a cidade tinha antes do acidente nuclear. 
  Mas sabe o ditado, quando a esmola é grande, o santo desconfia? Então… eles vão apenas atrás de um jantar, mas vão encontrar coisas bem piores que isso numa noite bem macabra. 


Kadaver | Netflix
Foto: Divulgação
  Vi esse filme uns dias antes do Halloween, quando criei coragem para ver alguns filmes de terror (coisa bem rara de acontecer)
 Como tinha muita novidade no catálogo do Netflix, decidi dar uma chance para alguns títulos, especialmente os europeus, que quase não conheço os trabalhos cinematográficos. 
 Dei de cara com ‘Kadaver’, um filme norueguês, que prometia ser bem macabro, meteria bastante medo e seria bem a cara do dia das bruxas…
 Mas só fiquei na ilusão mesmo, pois de terror esse filme tem nada… ou pelo menos não o terror que prometia. 
 Para falar a verdade, acho que se eu tivesse entendido as coisas que aconteceram ali, já ficaria satisfeita, viu? 😕

Kadaver | Netflix
Foto: Divulgação
  Bom, a premissa do filme é bem interessante, e me chamou atenção logo de cara, por se tratar de um cenário pós-apocalíptico. 
  Supostamente a Noruega teria sofrido uma catástrofe nuclear, que teria dizimado boa parte da população. Os poucos que restaram viviam seus dias tendo que lutar para conseguir se alimentar de restos do que encontravam e ainda disputavam com as pessoas que encontravam. 
  Era um cenário já bem ruim. Quando um cara esquisito aparece do nada, oferecendo um jantar gordinho e de graça, é logo de se suspeitar, mas a fome é tão grande, que as pessoas, no desespero, acabam aceitando qualquer promessa, se isso matar a fome deles. 
  A única condição  imposta aqui é que eles comeriam um jantar gostoso, se assistissem um peça de teatro. 
 Como não era algo tão caro a se pagar, visto que a peça era de graça, as pessoas aceitaram a condição, incluindo Leonora e Jacob. 
A peça seria sem palco, improvisada no meio do público. Para se reconhecer a peça, era bem fácil, todas as encenações ocorriam com pessoas sem disfarce, enquanto os espectadores teriam máscaras douradas, para se diferenciar dos atores. 
 Com o hotel todo livre, as pessoas começaram a circular, para ver as cenas da peça. E é aí que a parte macabra deveria começar, mas só ficou sem pé nem cabeça mesmo.   
 Para não falar mal o tempo inteiro, até que a ideia central que o filme queria passar era de fato macabra. Mas não era o suficiente para classificar o filme como terror propriamente dito. 

Kadaver | Netflix
Foto: Divulgação

  Para começo de conversa, a parte do acidente nuclear é ok. Mas se só aconteceu na Noruega, por que o pessoal não conseguiu asilo em outro país europeu? 
  Fiquei me perguntando isso o tempo inteiro, já que não havia explicação do que aconteceu ali e parecia ter ocorrido em uma Noruega alternativa, mas que seria em nosso presente, por causa do casal protagonista. 
  Nossos protagonistas são Leonora e Jacob, que são dois atores que tiveram sua era de ouro antes do acidente nuclear. 
  Mas eles são jovens adultos, então creio que o acidente ocorreu recentemente, mais um motivo para me perguntar porque eles não se mandaram para outro país europeu… 
  Além disso, eles começam a vagar pelo hotel e vão descobrindo coisas que deveriam nos fazer ficar na dúvida se são reais ou apenas encenação, de tão verdadeiras que parecem. 
  Aí pensei: “caramba, agora que vai ser assustador!”. Mas só tive decepção atrás de decepção. As tais encenações ficaram mais cômicas do que assustadoras. 
  E, para completar, no auge do filme, quando você pensa que o filme vi ter salvação, as coisas são jogadas de qualquer jeito, como se quisessem terminar tudo logo e não precisava ficar bem feito. 
  

Kadaver | Netflix
Foto: Divulgação

   Várias cenas que dariam várias mensagens legais, que teriam um desenrolar interessante acabaram perdendo o brilho, o que é uma pena. 
   Um filme que tinha tudo para ser incrível, só se tornou uma perda de tempo, com desperdício de efeitos especiais e um final que me deixou mais confusa do que quando comecei a ver o filme. 
   Gostaria muito de defender esse filme, ainda mais por ser europeu e tal, mas infelizmente não rolou. Nem sei se consigo dar uma nota direito para ele, pois não rolou para mim, infelizmente. 😕  
   Mas, como é tudo questão de gosto, vai que para você funcione… Assistam e me contem sua opinião depois. 

   E aí, vocês curtem filme desse gênero? Já começaram a ver um filme com expectativas, e se decepcionou no meio do caminho? Me contem aí! 😉

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui