11 de abril de 2017

#Amantes do cinema: Meus clássicos favoritos

   Olá meu povo, como estamos? Hoje eu trago o #Amantes do Cinema (finalmente, rsrs), com os clássicos do cinema que também são baseados em clássicos literários e que assisto e assisto até minha mãe reclamar e mais um pouco… 😁  
  


   Quer saber quais são os meus clássicos favoritos? Então vem ver! 😊



      Bom, são muitos os clássicos literários que viraram filmes, então vou fazer um Top 5, com os que mais assisto. 



1. O conde de Monte Cristo (Alexandre Dumas)



     Pense num filme que não canso de ver… O conde de Monte Cristo (falei dele AQUI) é um clássico que vale a pena ser lido e assistido… Fala de justiça, vingança, amizade, redenção… inteligência… tudo num único tempo… 
     O livro tem dois tomos beeeeem grandes e o filme é um tanto longo. Mas vale muito a pena e super recomendo… 😊 A Zahar inclusive tem uma versão linda demais desse livro (qual livro a Zahar não deixa mais bonito, vamos combinar!)… 




2. O homem da máscara de ferro (Alexandre Dumas)



    Esse também foi escrito por Dumas. E ele fala sobre uma outra aventura dos três mosqueteiros, depois que já são aposentados e apenas o D´Artangnan permanece ao serviço do rei da França. Porém os três aposentados percebem o quanto o novo rei é ruim e de coração gelado. Decidem então literalmente trocar o rei da França, substituindo o rei da época pelo seu irmão gêmeo, o qual sempre foi de conhecimento da corte que havia nascido morto, mas estava preso na Ilha de Saint-Margheritte a vida inteira. E daí começam os preparativos para a fuga, sequestro e substituição do rei… O que a Rainha mãe pensa de tudo isso? Será que a corte e a população perceberia que seu rei da noite para o dia mudou de personalidade? E será que o novo rei não seria também corrompido pelo dinheiro e poder que a Coroa lhe trouxe? Esse é um filme de 1994, mas que amo de paixão. Com atuação magnífica de Di Caprio e Gérard Depardieu, ganhou meu coração e,  consequentemente, um lugar cativo na minha estante… 😌


   

3. Alice no País das Maravilhas (Lewis Carroll)



     Uma garotinha que tinha pensamentos fora do normal e de repente vai parar numa terra estranha, a qual ela mesma chama de País das Maravilhas… Essa é a história de Alice, que na companhia do Chapeleiro Maluco e do Coelho encara várias situações sombrias, loucas e até mesmo engraçadas num mundo subterrâneo, por onde se chega sendo convidado e passando por uma toca de coelho… O livro é beeeeem sombrio, e se passa com uma Alice pequena. Muitos foram os filmes feitos e até Disney entrou na onda com uma animação bem fofinha… Mas a mais recente foi dirigida pelo Tim Bourton que, na minha opinião, foi a mais sombria e mais próxima do que o livro queria passar…  Nunca soube o que tinha na cabeça do Carroll ao escrever a história tão sombria assim… mas levando em consideração que os contos de fadas nunca foram feitos para crianças e sim, para os adultos terem medo e criarem “bem” seus filhos… Não seria de se admirar que essa também fosse sombria… O filme recente, no entanto, mostra Alice já adulta, numa segunda ida ao País das Maravilhas, onde ela reencontra sua “muitesa” e fala a frase que mais amo: 

Isto é impossível.

Só se você acreditar que é.Às vezes, eu acredito em seis coisas impossíveis antes do café da manhã:

Um: há uma porção para te encolher. 

Dois: um bolo que pode te fazer crescer.

Três: animais que podem falar.

Quatro: gatos que podem desaparecer. 

Cinco: um lugar chamado país da maravilhas. 

Seis: Eu posso…”



   Ainda não consegui ver Alice através do espelho, mas espero conseguir um dia… talvez entre para minha lista de clássicos favoritos… 😊 




4. Sherlock Holmes (Sir. Arthur Conan Doyle)



    Meu mais amado autor favorito de todos os tempos! Já viram o quanto amo Conan Doyle… Ele só foi o criador de Sherlock Holmes, o maior detetive consultor (aliás o único da categoria que já ouvi falar, rsrs) da História! 😍 
      Esse detetive consultor tem um poder de dedução fenomenal e que me apaixono a cada livro que leio de suas aventuras. Ele e seu fiel parceiro Dr. Watson se metem em cada caso que a princípio são sem solução, mas eles sempre resolvem tudo e o motivo é algo inimaginável… Fora as cenas de luta, intrigas e afins que me amarro em ler, tamanha a maestria que o autor soube administrar. Claro que nos filmes ficaram mais ou menos parecidos com isso… Fizeram uns filmes com o mesmo ator de Homem de Ferro… Particularmente ficaram muito bons, admito, principalmente com a questão dos efeitos especiais… Mas ainda prefiro a série Sherlock (que já falei AQUI)… 




5. As crônicas de Nárnia (C.S. Lewis)




     Por último e mais importante… O meu clássico mais favorito dos favoritos… As crônicas de Nárnia são meus queridinhos… Já li e reli várias vezes, já vi os filmes várias e várias vezes também… E pensem na minha felicidade ao descobrir que estão para estrear mais um das crônicas ano que vem?! (ansiedade é pouco para definir!)
     Os livros e os filmes tem um efeito sobre mim. E os filmes tem efeitos tão fantásticos que me fazem sonhar, me fazer querer de fato achar um guarda-roupas e ir para Nárnia, encontrar Aslan e viver ao lado dele. É uma história fofa, mas ao mesmo tempo de superação, luta, questionamentos, mas sem perder a inocência… É uma combinação belíssima e, para quem não sabe, é um clássico escrito por um cara que era super amigo e colega de trabalho do autor de Senhor dos Aneis… Aliás, As crônicas de Nárnia são mais antigas que o Senhor dos Aneis… E tão sensacionais quanto… 😍


   E então meu povo, esses são os meus filmes clássicos favoritos… e os de vocês? Tem algum? Contem para mim! 
    Até mais! 😊




Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui