21 de abril de 2020

Angellore – Divina conspiração: Prenúncio

  Olá meu povo, como estamos? Hoje temos resenha de mais um livro da série Angellore – Divina conspiração, de nossa autora parceira do blog, Gabrielle Ruas.
  O livro é o terceiro volume da série, então já adianto que tem spoilers dos primeiros volumes nessa resenha.  😉

Angellore - Divina Conspiração: Prenúncio
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna


11/12

Livro: Angellore – Divina Conspiração: Prenúncio

Autora: Gabrielle Ruas

Editora: Amazon/Independente

Ano: 2018

Páginas: 445

Skoob | Amazon 



Enfim, Sophie descobriu o segredo guardado em sua alma, e ele envolve a localização da adaga Perdão Divino – o artefato mais desejado por Lúcifer. No desenrolar dos embates contra Zharon na livraria Cultura & Arte, os angellores não apenas venceram o lorde, como também se apoderaram da arma. Agora, restava-lhes definir que trilhas seguir para impedir a guerra vindoura e, desse modo, concluir sua missão na Terra. O que o grupo não imaginava, porém, era que um revés mudaria tudo: após um contra-ataque impensável, a Conspiração consegue reaver a peça-chave para a realização de seus propósitos.Perante a gravidade das circunstâncias, Shamazel retorna a Äelysio, mesmo encabeçan-do a lista de fugitivos procurados pelo reino, a fim de convergir o apoio de Rhagel. Mal sabia que, ao tomar tal decisão, embarcaria na mais desafiadora empreitada de sua vida. Igualmente encurralado, Kan precisa ignorar os riscos de sua condição como desertor para se infiltrar no submundo belo-horizontino e, por meio disso, reunir pistas dos conspiradores, ao mesmo tempo que encara os próprios demônios para libertar a segunda etapa da Extirpadora.Nesta sombria sequência de Angellore, cada esforço se torna uma alegoria do tempo que resta ao grupo liderado por Wezhoriel, e ele corre vertiginosamente. Logo, terrenos e sobrenaturais perceberão que seus temores constituem não o fim, e sim o prenúncio de um caos maior.

Angellore - Divina Conspiração: Prenúncio

   Em ‘Essência’, Sophie e todos os angellores que estavam em Terra são vítimas de uma armadilha, aramada pela Divina Conspiração, que veio em busca da Perdão Divino, a maior arma que já existiu entre os celestiais.
   Todos são atacados na Livraria Cultura & Arte, e são feitos de gato e sapato, pelos lordes da escuridão e inúmeros khaos que estão fazendo a maior algazarra na livraria, em plena madrugada. A muito custo, os angellores acabam vencendo a batalha, principalmente depois que os lordes são surpreendidos com o dom de Sophie, que acabou absorvendo a adaga e, consequentemente, seu poder.
  Depois da cena inusitada e já sem mais cartas na manga, Zharon e seus comparsas fogem através da fenda e deixam os angellores em meio aos escombros. Agora, não apenas precisam saber se estão todos vivos, mas também precisam se esconder, já que o estrago na loja foi tão grande, que logo teriam que dar explicações para a polícia, afinal tudo aconteceu no mundo terreno, onde os humanos não sabem nem a metade da Divina Conspiração.
  Acabados e mais sujos do que sei lá o quê, eles precisam se esconder, então vão parar na mansão de Wezhoriel, a fim de descansarem e planejar uma estratégia para proteger não apenas a Perdão Divino de cair em mãos erradas, mas também tentar entender como Sophie conseguiu absorver a arma mais poderosa do mundo e ainda sobreviveu para contar a história.
  Chegando na mansão, os assuntos precisam ser colocados em pratos limpos, assim, vários segredos são revelados, e várias surpresas são feitas para Sophie, como se sua vida já não fosse uma surpresa por si só. 

Angellore - Divina Conspiração: Prenúncio
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna
  Primeiro que a mocinha ainda não entendeu o motivo de ter tomado aquele pé na bunda de Nicolae, que depois apareceu como só tivesse ido comprar pão na esquina, meses depois. E o babaca ainda queria que fosse tudo como era antigamente, sem dar explicações. Nem deu tempo de eles se entenderem direito, pois foi quando aconteceu a armadilha e eles mal tiveram tempo de conversar. 
  Já não bastasse isso, ela tem um poder que mortal algum jamais pensou em ter, pois além das memórias de Abel, agora tem o poder da Perdão Divino na aura dela, o que a faz ser o troféu de guerra mais cobiçado do universo conhecido. 
  Ainda, logo que chega na mansão, ela dá de cara com duas pessoas que quase lhe matam do coração, se não fosse a essência de Abel e a da Perdão Divino para lhe manterem viva…  Eis que Olívia, supostamente assassinada, sobreviveu ao atentado que sofreu na delegacia. 
  E, junto de Olívia, aparece Shamazel, o ser misterioso que sempre protegia Sophie discretamente e, até incumbiu Olívia de treinar Sophie, é simplesmente o tio supostamente falecido, que deixou sua tia Ana e sua prima Roberta desamparadas por anos. Se isso não é uma volta de 360° x 2 na vida da menina, não sei mais o que é… 

  Nicolae sabe que tá errado no cartório e que o mínimo que ele pode fazer é dar uma explicação decente pra Sophie. Quando ele faz isso, o clima dos pombinhos apaixonados volta e tudo parece voltar ao normal. Enfim a mocinha tem tudo o que mais desejava, as pessoas que tanto preza perto dela… 
  Apesar do clima ser bem “Casos de família” ou “De volta para minha terra”, ela não pode simplesmente sair abraçando todo mundo e chorando de felicidade, pois eles não estão com tempo para isso. Muita coisa precisa ser explicada, muita coisa precisa ser impedida e resolvida, antes que os lordes apareçam novamente. 
  Enquanto isso, os lordes não vão deixar barato a batalha que perderam, e estão prestes a dar uma bela rasteira nos angellores novamente, principalmente porque eles não sabem perder. 
  
Angellore - Divina Conspiração: Prenúncio
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna
     Estava aqui olhando a data de quando liberei a resenha do segundo livro da série Angellore e fiquei boba com a velocidade do ano que passou. Pois foi há exatamente um ano que li a segunda parte da história. 
    Normalmente, ao ler livros de séries, é bom ler os livros seguidos, para garantir que não vou perder o fio da meada, nem esquecer os personagens. No entanto, mesmo com um ano de diferença, me espantei com a facilidade que tive em me ambientar no cenário do terceiro livro, como se tivesse acabado a leitura do segundo ontem! 😱 Essa realmente é uma série que me marcou bastante… e o terceiro livro não ficou atrás.
   Sophie estava meio desiludida depois do pé na bunda do Nicolae. Mas como tudo tem seu lado bom na vida, o fato de Olívia ter ajudado a menina a aprender a “lutar feito uma garota” surtiu efeito nela em outros quesitos, já que ela parece ter ficado mais esperta. 
   Talvez por isso o retorno do Nicolae não tenha sido tão bem recebido como ele esperava que fosse (que bom, pois eu iria até Minas Gerais só pra dar uns catiripapos na cara de menina e mandar ela acordar pra vida 😡).  Por outro lado, Nicolae está bem diferente também. O tempo que passou como rastreador despertou nele o lado sombrio que os angellores mais antigos tanto temem. 
   Ele quer continuar sendo um angellore bonzinho, mas seu lado sombrio começa a brigar muito para se libertar, o que lhe causa umas situações bem complicadas. Somente quando ele se acerta com Sophie é que as coisas parecem se acalmar um pouco. 
   Sinceramente, no começo eu tava até torcendo por esses dois, mas agora, olhando por outro lado, vejo que Nicolae é muito obsessivo pela Sophie, o que não sei até que ponto é bom… ou ruim nisso tudo…  Mas vamos descobrir quando os lordes da escuridão descobrem o esconderijo dos angellores e invadem para sequestrar Sophie, na cara do Nicolae… que não consegue fazer nada para impedir! 
  Meu povo… aí é que a parada fica séria! Nicolae vai buscar mundos e fundos para conseguir resgatar Sophie, e você não vai querer estar no caminho dele quando estiver zangado…  
Angellore - Divina Conspiração: Prenúncio
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

   Nicolae já era sombrio por natureza. Mas quando se viu impotente e sua namorada sendo sequestrada na frente dele, algo acorda dentro dele. Uma aura muito forte e poderosa, capaz de derrubar mundos se não for controlada. 
   Por isso, Wezhoriel, vendo que Nicolae está cada vez mais decidido e impossível de controlar, decide convencer o rapaz a desenvolver seus poderes. Pois só assim ele poderia estar forte o bastante para lutar páreo a páreo com os lordes da escuridão. 
  Nicolae tem uma das armas mais poderosas dentre os angellores, a qual é passada de geração em geração em sua família. Porém apenas um angellore conseguiu desenvolver poder suficiente para lidar com ela, sem ficar maluco. E agora cabe a Nicolae fazer o mesmo, principalmente com a vida de Sophie em jogo. 

  Ele nem pensa duas vezes quando aceita a missão, e assim começam seus treinos. Nicolae vai ver que aprender a lidar com sua própria arma é uma missão quase impossível, principalmente quando ele percebe quem vive em sua arma… A foice que o rapaz usa só é a mais forte, pois é a foice da Morte, que foi aprisionada na arma, usada pelos angellores de sua família há milênios. 
  Como ela foi parar lá, não se sabe… Mas o fato é que a Morte é muito forte para ser domada, e não é todo angellore que sobrevive para dizer que conseguiu… isso porque a Morte acaba absorvendo os donos da foice, o que os faz serem temidos e mais sombrios em Äelysio. 
  Nicolae se vê numa missão quase suicida para libertar o poderes de sua arma, principalmente quando a Morte decide bater um papinho com ele. E aí que vemos que nem os angellores sabem de mais de coisas do que duvida a nossa reles Humanidade mortal… 
  E a Morte gosta muito de falar por enigmas, muitas vezes usando a obra clássica ‘A Divina Comédia’, de Dante Allighieri. Nicolae não sabe o porquê, mas a obra parece estar intimamente ligada ao poder de sua arma, ao seu destino e, também, o de Sophie. 
  Enquanto isso, Olívia, que ressurgiu das cinzas, com um novo visual e mais conhecimento sobre o mundo sobrenatural, está disposta a ir até os confins do universo para descobrir os responsáveis pelo atentado que quase lhe matou. Sua relação com Daniel está mais forte também, e é uma amizade bem bonita de se ver, mas confesso que tenho uma torcida para um match entre esses dois… 😎
  Com a ajuda de Rosmerta, seu mentor e quase pai, e Daniel, que agora ela sabe ser um dos angellores subordinados de Wezhoriel, ela vai ser capaz de descobrir pistas inimagináveis sobre a Divina Conspiração, que parece deixar seus rastros pela Terra desde antes de ela sequer pensar em ter carreira na Polícia Civil. 

“De tudo que passei nas últimas horas, descobrir tal segredo consistia, sem dúvidas, o acontecimento mais inacreditável.” 

   

Angellore - Divina Conspiração: Prenúncio
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

   E, lá em Äelysio, Shamazel decide enfrentar seu passado e encontrar pistas de traidores dos angellores, que também podem estar ligadas ao sumiço de sua sobrinha querida. Aos poucos, Shamazel, Olívia e Nicolae, vão juntando, cada um à sua maneira, pistas de como impedir a Divina Conspiração.
  O problema é que ela parece estar cada vez mais próxima de acontecer. E quanto mais próxima estiver, Sophie pode estar correndo um perigo ainda maior do que o imaginado. Não apenas ela, mas todos os angellores e anjos no Paraíso também.
  C-A-R-A-M-B-A! É só isso que tenho a dizer desse livro. Sei que passei muito tempo para ler e trazer a continuação dessa história aqui. Mas acho que foi um tempo importante, até para dar tempo de absorver tanta informação.
   Sophie, nossa narradora em boa parte dessa saga, dá lugar a Nicolae, Olívia e Shamazel, as três pessoas queridas dela, e que estavam desaparecidas. Ela é refém dos lordes da escuridão, que a mantém num lugar que nem ela sabe onde está direito.
  Sua única esperança é saber que Nicolae vai salvá-la em algum momento. Acho incrível que, mesmo com tudo o que aconteceu entre eles, ela ainda nutre um amor tão grande por Nicolae, que acho que supera qualquer conto de fadas…
  Alguns personagens aqui aparecem em segundo plano, semelhante ao que aconteceu no primeiro livro. Kati e Fernando, os melhores amigos da mocinha, que pensei ficarem em stand by nesse livro, acabam aparecendo, de uma forma que eu não esperava. Mas ficou uma cena meio perdida ali, pois só ficou meio “eu sei o que vocês fizeram no verão passado”, quando eles dão de cara com Nicolae e puft! Somem de novo…
  As grandes estrelas desse livro são mesmo os angellores. Shamazel, o tio de Sophie, decide ir até Äelysio, pois algumas coisas que os lordes da escuridão fazem são tão bem sucedidas, que só poderia acontecer se tivessem algum agente duplo escondido na terra dos angellores. E, quando Shamazel cria coragem e chega lá… ele vai descobrir que lá tem muito mais que um agente duplo, já que esquemas de corrupção não parece ser algo exclusivo de humanos.
  Nicolae, por sua vez, vai saber que ainda é um bebê e mal sabe sobre sua própria história. Todos tem medo de seu temperamento, por conta da história que carrega em seu sangue (se é que angellores tem heranças de sangue).
  E essa história, até então enterrada num lugar esquecido de sua mente, retorna quando ele dá de cara com a Morte em sua arma. Ela, assim como Nicolae, está é muito zangada. Afinal, ela não entrou na foice por livre e espontânea vontade. Tem um mistério antigo e poderoso por trás disso, que nem Nicolae seria digno de entender.
   Quando vemos a história pelo lado de Nicolae, o livro é bem mais sombrio do que quando começou. Ele é um angellore cheio de sombras lhe cercando. E essas sombras começam a cercar seu mundo do lado de fora, quando ele vê que o tempo passa e ainda não encontrou Sophie.
  Todo mundo que sabe uma pista faz ele de trouxa. E isso está deixando ele bem mais zangado do que o normal. Some isso ao fato de a Morte estar doida para absorver sua alma e deixando o rapaz maluquinho… Se ele já era sombrio antes… preparem-se, ele vai mostrar que aquilo que conhecemos não era nem a metade do que ele pode ser.

“Francamente, esperava que eles estivessem aproveitando suas pífias existências com toda a presunção que lhes cabia, pois, muito em breve, receberiam a visita do diabo em pessoa.”

   E é nesse cenário com ainda mais mistérios que terminamos o prenúncio da Divina Conspiração, que vai culminar em ‘Pandemônio’, o quarto e último livro dessa série. O último volume ainda está sendo escrito, com previsão de lançamento para agosto… nem preciso dizer que estou ansiosa, pois preciso de respostas!

“[…] Entretanto, a realidade era muito mais complexa do que havia imaginado a princípio. A que tipo de destino quele caminho me levaria?”

   Muitas coisas já tinham sido explicadas no segundo volume, mas muitos mistérios ainda do primeiro só foram explicadas aqui. Além disso, temos mais e mais mistérios criando fermento. Então o terceiro volume já termina com aquele clima de “me aguarde!”. E, como eu já tinha dito em ‘Essência’, as coisas continuam bem parecidas com o anime Bleach, um dos meus animes favoritos. Por isso, eles também são os protagonistas das fotos trevosinhas dessa resenha, junto com outro shiningami, de Death Note, que tem tudo a ver com a versão “brazuca” dos ceifadores da morte. 
   Assim como nos dois volumes anteriores, a escrita da Gabi me surpreende. Ela é muito fluida e detalhada na medida certa. Então a leitura acaba indo bem rápido, mesmo que o livro seja grande. Além disso, fui conquistada pela combinação perfeita entre romance, “tiro, porrada e bomba” e mistérios atrás de mistérios no ar.
  E são aqueles mistérios que você não cansa de ler, pois não é apenas um amontoado de informações e aceita que dói menos. As informações que você lê aqui amarram pontas que ficaram soltas, e dão brecha para o que vai amarrar outras pontas no último volume. Então acaba ficando uma leitura gostosa e, preparem-se, pois vocês serão feitos de trouxa sem dó!
  Falando do livro em si, dessa vez tenho os exemplares físicos (e autografados! 😍). As capas trazem personagens importantes. Nesse terceiro, temos um dos angellores mais poderosos de Äelysio, em tons bem dark, misturados com um amarelo, que deu um certo charme na arte. A proposta dos capítulos começando com as penas negras dos angellores continua, o que é bem legal. Além disso, a revisão está de parabéns, assim como a escolha da fonte, bem legível e gostosa de ler.
  Somando tudo isso, dou nota máxima para esse livro, agradeço à Gabi por me apresentar essa história incrível e espero para ver como vai terminar.

 

   Para quem quiser comprar os livros, as versões impressas podem ser compradas diretamente com a autora, que tem perfil no insta, o @serie.angellore. Mas, caso queiram aproveitar esses dias de quarentena e ler a versão digital, eles podem ser adquiridos pelos links abaixo:


   Lembrando que, comprando através deles, vocês ajudam o Mundinho a ganhar comissão por livros vendidos, sem que isso interfira no valor de sua compra. 😉   
  Já tinham lido esses livros? O que acharam da resenha? Me contem aí!

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui