4 de dezembro de 2021

As histórias do povo continuam | Raquel Machado

    Olá meu povo, como estamos? Hoje temos resenha de um livro “brazuca’, que fui convidada a conhecer, através da própria autora, em uma leitura coletiva. O livro se chama As histórias do povo continuam, de Raquel Machado. 
As histórias do povo continuam | Raquel Machado
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

67/24
Livro: As histórias do povo continuam 
Autora: Raquel Machado 
Editora: Independente (Amazon)
Ano: 2021
Páginas: 242
Skoob | Amazon


O segundo semestre chegou em Cotidiana. Prepare-se para reencontrar velhos amigos e conhecer novos moradores que precisam de uma ajudinha especial: a sua! Afinal, aqui é você quem decide o destino de cada um deles.
Baseado em situações reais e escritos de forma divertida e dinâmica, os contos desse livro acontecem de Julho a Dezembro. Apresentam novos dilemas amorosos, financeiros e morais, que retratam as diversas fases da nossa existência. Venha se aventurar nesse incrível mundo de escolhas e se deliciar com essas histórias da vida real.

As histórias do povo continuam | Raquel Machado

    Pois é, você não leu errado, o nome desse livro é ‘As histórias do povo continuam’, por ser a sequência de ‘As histórias do povo’. 
    Mas quando fui convidada pela autora, a leitura coletiva era do segundo volume que, apesar de ser uma sequência, não me deu dificuldades para ler agora, já que são fatos independentes, embora com algum personagem ou outro, que já tenha aparecido no volume anterior, porém nada que me deixou perdida. 
   Ambos os volumes são uma coletânea de contos na verdade, e todos giram em torno dos habitantes da cidade de Cotidiana. 
   Apesar de serem, também, contos independentes, os personagens se cruzam entre si. Então, pode ser  que o protagonista de um conto seja um “figurante” alguns contos depois, o que dá até uma brincadeira de “ligue os pontos”. 
   Outra coisa que me deixou bastante curiosa foi que todos os contos são escritos com dois finais, baseados numa situação X que acontece com cada protagonista. 
    Assim, todos os contos tem final fechado, que fica ao gosto do leitor. A ideia é que a gente só leia o final que desejaria para o protagonista naquele momento. 
   Mas confesso que não resisti e li os dois finais de todos os contos, pois achei muito divertido saber o que poderia acontecer dependendo do caminho escolhido por eles. 
   Além disso, como tudo gira em torno da cidade, que é pequena, todo mundo conhece todo mundo, então não é estranho os crossover’s que acontecem ao longo dos contos. 
   Fora que os personagens são gente como a gente, então tem adolescente apaixonada, adulto atrapalhado, gente que faz terapia, gente que sonha acordada, nada muito fora do nosso normal, se for parar para pensar. 
   E mesmo com tanta gente diferente, não me senti confusa em momento algum durante a leitura. 
   Foi uma experiência super divertida poder ver pessoas normais, vivendo situações normais, que poderiam muito bem ser eu ali, e ainda daria risada dias depois, pensando nas besteiras que eu faria, especialmente com as possibilidades de dois finais diferentes (o que gostaríamos de saber diante de decisões bem difíceis, aliás. Muita coisa seria evitada, ou não, se soubéssemos o que iria acontecer no nosso futuro).  
  Li a versão digital, então posso falar que a revisão está muito bem feita, a diagramação também está muito linda, tendo uma capa para conto, que tem uns nomes até bem criativos, por sinal. 
  
O beijo metálico – Dilema de Daniela sobre seu primeiro beijo
Aluno nota 10 – O ditado “quem não cola não sai da escola” realmente vale a pena? 
O aniversário dos sonhos – ter ou não ter a sonhada festa de aniversário, eis a questão? 
Amortorizado – O que você faria para ter seu primeiro carro?
A falsa Maria – Confiaria a limpeza da sua casa a uma estranha? 
Proposta sustentável – O que você faria por um amor de escola?
Julieta e seus dois Romeus – Príncipe encantado existe mesmo? 
No palco da vida – O que realmente importa na vida, dinheiro ou amor? 
O vestido encantado – O que você faria se encontrasse, literalmente, o seu vestido dos sonhos?
O peru de Natal – O que você faria para ter um Natal inesquecível? 
Bella Vitta – O que realmente importa na vida, dinheiro ou amor? 
As histórias do povo continuam | Raquel Machado
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna
   Tentei resumir ao máximo, para evitar algum risco de spoiler. Mas acho que, de todos os contos, o que mais gostei foi o No palco da vida, pois me identifiquei com a história de Janaína. 
   Apesar de não termos escolhido carreiras semelhantes, estive no mesmo dilema que ela quando mais nova e estava na época do vestibular. 
   Aliás, um fato interessante é que os personagens são gente como a gente, pois são baseados em fatos reais.  
   E, assim como eu, é bem capaz de você também se identificar com alguma dessas histórias. 
   Nesses tempos que estamos passando, gostei bastante dessa experiência, por ser uma leitura leve, divertida e rápida, daquelas que terminamos com sorriso no rosto e um quentinho no coração. 



   Vocês já conheciam esse livro? Já tinham lido uma história no estilo “você decide”? Me contem aí! 



Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui