1 de julho de 2017

IDY de Junho: Morte na Praia

Olá meu povo, como estamos? Hoje passei aqui para falar sobre o IDY de junho (viram que consegui ler mais rápido dessa vez?! kkkkk). O tema do desafio é Livro escrito por autor famoso e eu não poderia perder a oportunidade de ler um dos livros da rainha Agatha Christie, Morte na praia. 
 
 
 



 
 
 
Livro: Morte na praia
 
Autora: Agatha Christie
 
Editora: L&PM Pocket
 
Ano: 2002 (edição moderna)
 
Sinopse:
 

“Tudo o que Hercule Poirot queria naquele verão era ter alguns dias de paz no luxuoso hotel Jolly Roger, longe de crimes e de investigações. Mas quando Arlena Stuart passa por ele na praia, atraindo o olhar de todos os homens (bem como o ódio de todas as mulheres), ele desconfia que talvez suas férias não sejam tão tranquilas como esperava. De fato, no dia seguinte, um assassinato acontece. Enquanto tenta descobrir quem é o responsável, Poirot percebe que não são poucas as pessoas naquele hotel que teriam um motivo para matar…”

 

   
Hercule Poirot só queria ter uns dias de paz e se mandou para um hotel super chique. Mas… lá não era um lugar exclusivo para ele, então acabou conhecendo algumas pessoas… umas bem legais, outras mais tagarelas… e entre todas elas Arlena Stuart, uma atriz que herdou uma fortuna e acabou se casando com um cara também rico, pelo menos assim pensavam as pessoas que viam o relacionamento de fora… Apesar de formaram uma família rica e aparentemente próspera, não era bem assim que a banda tocava… Arlena sempre foi “da pá virada” e, mesmo casada, não perdia tempo em se enamorar por outros rapazes e fazia tudo por eles. Isso causava um verdadeiro rebuliço, já que era do conhecimento de todos que ela fazia isso, e nem  marido perdia tempo tentando esconder… Tal situação causava raiva em todas as mulheres a sua volta, já que além de bonita, ela poderia ter um caso com o marido de qualquer outra das mulheres do hotel… 
   
Isso causava murmurinhos e mais murmurinhos e logo se ouvia que Arlena Stuart deveria morrer, ou sumir do mapa… Eis que dois dias depois Arlena aparece morta na praia em frente ao hotel. E aí, quem teria assassinado Arlena Stuart? Quem teve coragem de executar as palavras que falava no dia anterior? E mais, será que foi alguém de dentro do hotel? Ou alguém de fora veio exclusivamente para matá-la? Essas e outras perguntas começam a rondar Poirot, que só queria férias.
   
Logo chegam alguns de seus colegas, a fim de investigar o caso e, vendo-os um tanto perdidos, acaba abrindo mão de sua folga merecida para ajudar na resolução do caso. Quando as perguntas começam a ser feitas, logo Poirot descobre que as “boas pessoas” do hotel escondem segredos inusitados e são capazes de tudo para se proteger de ir preso. 
    
A história é contada por um narrador e temos mais o ponto de vista do personagem principal, Poirot, tentando desvendar o crime… coisa que faz com grande destreza, e que aponta detalhes que nem eu tinha notado! Sério, tinha detalhes que eu tinha deixado passar batido, porque nem eu achava que era importante para desvendar o assassinato, e no fim era! 
   
Essa foi a primeira vez que li um livro da Rainha do Crime. Sempre ouvi falar muito bem de suas obras, vejo sempre nas livrarias e sempre dizia para mim mesma, um dia eu leio os livros dela. Um dia… Um dia… que nunca chegava.. Com o desafio desse ano, resolvi pegar para ler livros que eu falava “Um dia lerei” e ficaram anos na estante esperando que eu lesse os que são de minha zona de conforto.
 
A única coisa que me perguntei depois de ler a Morte na Praia foi: “por que não li esse livro antes?!” Mas vivendo e aprendendo, né? Agora tratarei de conseguir mais livros dessa autora maravilhosa para colocar em minha lista de leitura pelo menos uma vez ao ano. 
   
E agora entendo porque ela é chamada de Rainha do Crime. Ela soube muito bem manter o mistério e confesso também que o tempo todo achava que o assassino era uma pessoa, e no final foi outra completamente diferente (e olha que geralmente eu acerto quem é o culpado, rsrs). É um livro fininho em relação aos que estou acostumada a ler, mas nem por isso deixou de me surpreender. Gostei bastante, dou a nota máxima e super recomendo, ainda mais se, assim como eu, você nunca leu os livros dela.
   
Os livros dela tem várias versões, de bolso, capa dura, de luxo… é só escolher o que tiver mais acessível e se surpreender com o talento dela e o desenrolar dos fatos em seus livros. Super recomendo!    
E você, já tinha lido algum livro de Agatha Christie? Caso sim, qual foi? Conta pra mim! E essa foi a postagem de hoje. Até mais! 
 
Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Ghostwriter | Alessandra Torre

Li até a página 100 e… #51: Ghostwriter

Olá meu povo, como estamos? Uma de minhas leituras […]

Os Garotos do Cemitério | Aiden Thomas

Quotes #19: Os Garotos do Cemitério

Olá meu povo, como estamos? Os Garotos do Cemitério […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui