8 de julho de 2021

Li até a página 100 e…#28: Cidades de ladrões

Olá meu povo, como estamos? Hoje eu trago mais uma edição do quadro Li até a página 100, com minhas primeiras impressões sobre Cidade de ladrões, de David Benioff.
Li até a página 100 | Cidade de ladrões
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna

 

Primeira frase da página 100:

R. “Anton Danilovich, o zelador, que morava no porão e gritava conosco sempre que atirávamos pedras no pátio, ou cuspíamos de cima do telhado, ou construíamos bonecos e bonecas de neve sacanas, com cenouras no lugar dos pintos e borrachas de apagar no lugar de mamilos.”

Do que se trata o livro?

R. O livro conta a história de dois jovens que tentavam sobreviver à fome e aos perigos da guerra e ao inverno russo. E vão viver grandes aventuras em busca de uma dúzia de ovos, a mando do coronel a quem obedecem.

O que está achando até agora?

R. Estou gostando bastante da leitura. Apesar de ter um tema pesado, já que fala sobre a guerra e suas consequências, pelo lado da população civil, o autor mantém uma escrita bem fluida e tranquila.

O que está achando do protagonista?

R. São dois protagonistas na verdade, o narrador, Lev, um judeu que esconde a todo custo suas origens, e Kolya, um jovem soldado. Estou gostando bastante desses dois, que tem nada em comum, mas ao mesmo tempo são tão parecidos, que até me espanta.
Li até a página 100 | Cidade de ladrões

 

Melhor quote até agora:

“Os alemães tinham apagado a porra do sol, eles podiam fazer isso, por que não? Os cientistas deles eram os melhores do mundo, podiam descobrir como fazer isso. Tinham descoberto como parar o tempo. Eu estava cego e surdo. Apenas o frio e a fome me lembravam que eu estava vivo.”

Vai continuar lendo?

R. Sim! Ele faz parte do projeto #12livrospara2021, então muito em breve teremos resenha completa dele por aqui.

Última frase da página 100:

R. “Você não sabe de nada.”
E essa foi a postagem de hoje. O que acharam? Já leram esse livro?

 

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Booktag | 5,4,3,2,1

BOOKTAG | 5,4,3,2,1

Olá meu povo, como estamos? Hoje eu quero começar […]

Ghostwriter | Alessandra Torre

Li até a página 100 e… #51: Ghostwriter

Olá meu povo, como estamos? Uma de minhas leituras […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui