28 de abril de 2022

Li até a página 100 e… #35: Nunca Saia Sozinho

Olá meu povo, como estamos? Hoje eu trago mais um “Li até a página 100 e…”, contando minhas primeiras impressões sobre ‘Nunca Saia Sozinho’, um thriller do autor Charlie Donlea.
Li até a página 100 | Nunca Saia Sozinho
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna

 

Primeira frase da página 100:

R. “Eram quase nove da noite quando Lane parou diante da casa alugada de Mack Carter, que ficava no lado oposto de Peppermill, como o seu chalé.”

Do que se trata o livro?

R. Uma pequena cidade no Estado de Michigan está horrorizada, diante de acontecimentos macabros nos últimos tempos. Dois jovens alunos de uma escola de elite foram mortos numa casa abandonada. Aparentemente, era uma brincadeira que deu errado.
O caso, embora assustador, estaria encerrado, não fossem o culpado e os próprios alunos sobreviventes terem voltado até o local para se matar. O caso, agora conhecido como ‘A Casa dos Suicídios’, é um podcast famoso, comandado por Mack Carter. E ele convida  psicólogo forense Lane Philips para auxiliar na compreensão do que poderia ter acontecido naquela casa.

 

O que está achando até agora:

R. Depois de ter “feito as pazes” com os livros do Donlea, posso dizer que sou suspeita para falar qualquer coisa (rsrsrs). Mas gostei mais pelos mini crossover que ele tem feito em suas obras. Esse não é um que leria agora, no entanto, como o livro mais recente dele é a minha próxima leitura para o ’12 Livros para 2022′, achei melhor adiantar.
E foi uma decisão bem acertada, pois mesmo sendo livros independentes, é interessante ler em sequência, para não correr risco de tomar spoiler. Estou com expectativas que Lane se mostre um detetive inteligente e que faça bem o seu trabalho, especialmente tendo a Rory do seu lado.
Li até a página 100 | Nunca Saia Sozinho

O que está achando do protagonista:

R. Na verdade, dessa vez são o casal Rory e Lane Philips, que estão à frente do caso. Até então ele ficava na sombra da investigadora, então estou gostando da atuação dele, ao menos por enquanto. Veremos ao longo do livro.

 

Melhor quote até agora:

“[…] Então, o que quer que aconteça acontecerá. Estou pronto para as consequências.”

 

Vai continuar lendo?

R. Sim!

 

Última frase da página 100:

R. “O volume estava ajustado no máximo, e o toque ecoou pela cozinha.”
Já leram esse livro? Gostam das obras do autor? Me contem aí!

 

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Ghostwriter | Alessandra Torre

Li até a página 100 e… #51: Ghostwriter

Olá meu povo, como estamos? Uma de minhas leituras […]

Os Garotos do Cemitério | Aiden Thomas

Quotes #19: Os Garotos do Cemitério

Olá meu povo, como estamos? Os Garotos do Cemitério […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui