27 de novembro de 2021

O enigma do espaço | Emerson Silva

    Olá meu povo, como estamos? Hoje temos resenha de mais um conto “brazuca” por aqui. Dessa vez, é o Enigma do espaço, de Emerson Silva. 
O enigma do espaço | Emerson Silva
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna
Obs.: Conto lido em parceria com a Confraria Crônicas Fantásticas

66/24
Livro: O enigma do espaço
Autor: Emerson Silva 
Editora: Crônicas Fantásticas 
Ano: 2021
Páginas: 85

Fred tinha apenas um desejo: voltar para casa. Depois de uma campanha extensa na supervisão do cargueiro U.S.I., ele teria a tão aguardada recompensa de um serviço bem remunerado e uma filha à espera quando retornasse para a Terra. Contudo, sua ambição profissional fala mais alto, fazendo-o tomar uma decisão cuja escolha mudará o rumo de sua vida. Pelo menos, é o que ele acha.

O enigma do espaço | Emerson Silva

   Fred é supervisor no cargueiro USI, que tem sua estação fora da Terra. Ele é um profissional dedicado e é muito bom no que faz, porém isso o deixa distante de coisas mais importantes, como sua família, em especial, sua filha Sofia, de quem sente tantas saudades. 
   Prestes a voltar para casa, porém, ele recebe uma proposta tentadora: a de ficar em mais uma missão pela Wets, com a promessa de emprego fixo para garantir aposentadoria. 
   Fred tem uma escolha difícil dependendo do ponto de vista. O que seria mais importante no momento: ver a filha há muito distante, ou ficar mais um pouco e garantir uma promoção no trabalho? 
   Toda escolha tem consequências e Fred está ciente que, independente do que decidir, terá que arcar com elas. 
   O problema é quando essa escolha pode mudar toda sua vida. 
   
   Quando vi que o tema desse mês seria scifi, fiquei bem curiosa para saber como seria o conto, afinal, é minha zona de conforto e criei alguma expectativa. 
    Porém, sabendo de quem seria ele, fiquei ainda mais curiosa, pois seria a primeira vez que leria algo do autor que não fosse fantasia mais clássica. 
    Ao ler ‘O enigma do espaço’, tive a grande surpresa de ter as expectativas alcançadas, com um conto de muito me agradou. 
    Fred é aquele típico workaholic, nunca pode parar de trabalhar, pois sempre precisa de mais. Por causa disso, ele acaba conseguindo umas viagens bem interessantes pelo espaço, a bordo do cargueiro USI, da Wets. 
    Porém, Fred não é de ferro, e uma hora acaba sentindo saudades de casa, principalmente da filha Sofia, com quem ele não falava há muito tempo. 
   Depois da última missão bem sucedida, Fred tem o desejo de voltar para casa e, enfim, rever a filha, mas é tentado pelo emprego dos sonhos: um cargo fixo na Wets. 
   Para isso, ele teria que adiar, pela enésima, vez a visita à filha que, para muitos, poderia ser uma decisão complicada. 
   Mas Fred está mais interessado em sua carreira e, deixando sua ambição falar mais alto, acaba embarcando mais uma vez espaço afora. 
O enigma do espaço | Emerson Silva
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

   Com uma escrita fluida e direta, que sinceramente, não esperava, o autor conduz o leitor numa narrativa em terceira pessoa, mas que acaba pendendo mais para o lado do protagonista, então vemos as coisas pelo ponto de vista de Fred. 
   Aos poucos, vamos entendendo o passado de Fred e o motivo de ele estar tão enfurnado no cargueiro. 
  Com um final aberto e sombrio, ‘O enigma do espaço’ tem uma pegada de tecnologia, mistério e até terror, passando por temas bem delicados, em especial com relação à Sofia. 
   Foi uma leitura super rápida que, para minha surpresa, concluí em menos de 1h. Além disso, assim como no conto anterior, aqui não vi muito da escrita mais poética do autor, e sim, algo mais cru, direto e reto, que não tem medo de usar uma linguagem mais popular em suas obras. 
   Talvez por isso eu tenha lido tão rápido. Minha única ressalva é que, por ter sido mais rápido, senti falta de algumas pontas melhor amarradas, já que as revelações ficaram meio jogadas, aos 45 do segundo tempo, o que decepcionou um pouco. 
   Porém, o final é satisfatório, apesar de aberto, que combinou perfeitamente com o clima sombrio que veio se formando ao longo do texto.  
   Com relação à obra em si, a capa está bem simples e objetiva, mostrando mais ou menos o que iremos encontrar ao ler o conto. 
   A diagramação e a revisão também estão muito bem feitas, o que garantiu uma ótima experiência.   
         
  
    
   E essa foi a resenha de hoje. Já tinham lido esse conto? Conhecem a Confraria crônicas Fantásticas? 

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui