31 de agosto de 2019

Os últimos filmes que vi #17

   Olá meu povo, como estamos? Hoje temos mais uma edição do quadro Amantes do cinema, com os últimos filmes que vi.

Amantes dos cinema
Foto: Creative Commons/Pixabay

   Dessa vez, assisti mais filmes em casa, com minha mãe, no conforto do meu sofá. Dessa vez, tivemos ficção científica, fantasia e muitas risadas com filmes infantis.

Os últimos filmes que vi

1. Star Trek: Sem fronteiras


Ano: 2016


Gênero: Ficção científica, ação, aventura

Duração: 2h03min

Star Trek
Foto: Divulgação

Desta vez, Kirk (Chris Pine), Spock (Zachary Quinto) e a tripulação da Enterprise encontram-se no terceiro ano da missão de exploração do espaço prevista para durar cinco anos. Eles recebem um pedido de socorro que acaba os ligando ao maléfico vilão Krall (Idris Elba), um insurgente anti-Frota Estelar interessado em um objeto de posse do líder da nave. A Enterprise é atacada, e eles acabam em um planeta desconhecido, onde o grupo acaba sendo dividido em duplas.




   Eu vi todos os filmes do remake de Star Trek no cinema. E ver novamente foi uma experiência tão boa quanto. Sou suspeita para falar, até por ser fã da série toda de filmes. Smepre será nota máxima para mim.

2. Alice através do espelho

Ano: 2016


Gênero: Fantasia

Duração: 1h50min

Alice através do espelho
Foto: Divulgação

Alice (Mia Wasikowska) retorna após uma longa viagem pelo mundo, e reencontra a mãe. No casarão de uma grande festa, ela percebe a presença de um espelho mágico. A jovem atravessa o objeto e retorna ao País das Maravilhas, onde descobre que o Chapeleiro Maluco (Johnny Depp) corre risco de morte após fazer uma descoberta sobre seu passado. Para salvar o amigo, Alice deve conversar com o Tempo (Sacha Baron Cohen) para voltar às vésperas de um evento traumático e mudar o destino do Chapeleiro. Nesta aventura, também descobre um trauma que separou as irmãs Rainha Branca (Anne Hathaway) e Rainha Vermelha (Helena Bonham Carter).



   Alice não é uma personagem de contos de fadas açucarados. Sua própria história nos livros é algo sombrio. Mas até então eu só vi o primeiro filme. Estava ansiosa para ver a continuação, e finalmente consegui. Sinceramente, não ficou atrás do primeiro, e Alice sempre caba dando uma lição no ex noivo narigudo que arranjaram para ela. Amo quando ele se ferra! 

3. Parker


Ano: 2013


Gênero: Ação

Duração: 1h58min

Parker
Foto: Divulgação

Parker (Jason Statham) é um talentoso ladrão que é traído por pessoas de seu grupo e acaba quase morto. Ele, no entanto, acaba sobrevivendo ao atentado e despertará disposto a se vingar dos bandidos. Conhecendo o plano para um importante roubo na Flórida, Parker se passa por um milionário em busca de um imóvel na região. É quando conhece Leslie (Jennifer Lopez), uma corretora de imóveis em dificuldades financeiras que acaba se metendo no meio dos planos do criminoso.



   Esse é um filme que achei por acaso nos canais da vida da TV. É um filme com bastante “tiro, porrada e bomba”, que até recomendo.



4. Espelho, espelho meu


Ano: 2012


Gênero: Fantasia, aventura, romance

Duração: 1h45min

Espelho, espelho meu
Foto: Divulgação

Após a morte do rei (Sean Bean), sua esposa (Julia Roberts) assume o comando do reino. Extremamente vaidosa, ela passa a cobrar cada vez mais impostos para sustentar uma vida de opulência. Ao mesmo tempo mantém presa em seu quarto a enteada, Branca de Neve (Lily Collins). Ao completar 18 anos, Branca de Neve resolve sair do castelo e conhecer a realidade do reino. Horrorizada com a situação de fome e miséria do povo, ela retorna decidida a derrubar a rainha.





   É, aqui a mocinha não esperou o beijo do príncipe encantado… Foi uma versão mais cômica do clássico da Disney, que até se encaixou bem, mas não perdeu o toque sombrio do original. A madrasta é bem má, e usa de toda sua magia para conquistar reinos. E a princesa não fica parada esperando que venham salvá-la… gostei que nessa versão ela luta por si mesma, ainda que seja meio atrapalhada no meio do caminho… a ideia acabou dando certo. 





5. Cegonhas – A história que não te contaram


Ano: 2016


Gênero: Animação, comédia, família

Duração: 1h27min

Cegonhas
Foto: Divulgação

Todo mundo já sabe de onde vêm os bebês: eles são trazidos pelas cegonhas. Mas agora você vai conhecer a mega estrutura por trás desta fábrica de bebês: na verdade, as cegonhas controlam um grande empreendimento que enfrenta muitas dificuldades para coordenar todas as entregas nos horários e locais certos.

   Esse era um filme que eu queria ver tem tempo. E valeu a pena. É uma animação, com muitas cenas engraçadas, mas também muitas mensagens sobre amizade e família. Recomendo! 💓

6. Viva, a vida é uma festa 


Ano: 2017


Gênero: Animação, Fantasia

Duração: 1h45min

Viva, a vida é uma festa
Foto: Divulgação


Miguel é um menino de 12 anos que quer muito ser um músico famoso, mas ele precisa lidar com sua família que desaprova seu sonho. Determinado a virar o jogo, ele acaba desencadeando uma série de eventos ligados a um mistério de 100 anos. A aventura, com inspiração no feriado mexicano do Dia dos Mortos, acaba gerando uma extraordinária reunião familiar.



   E falando em filmes que eu queria ver tem tempo… esse eu acho que era o que mais queria. Primeiro porque se fala de uma das festas mais coloridas do mundo (pelo menos eu acho), e também é no feriado mais importante do ano (é meu aniversário, claro!). Achei muito legal aprender de forma lúdica sobre a cultura mexicana com o Dia de los muertos. É uma tradição muito bonita e muito alegre, embora ainda tem quem ache o dia dos mortos um feriado triste e sombrio. O filme é uma gracinha e super recomendo.

   E aí, já viram algum desses filmes? Qual mais gostaram? Até mais! 😉

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui