13 de junho de 2024

Quotes #19: Os Garotos do Cemitério

Olá meu povo, como estamos? Os Garotos do Cemitério é uma das leituras escolhidas para o 12 Livros para 2024 e eu estou completamente apaixonada. Ainda não finalizei a leitura (estou em 77%), mas minha empolgação é tanta, que preciso compartilhar alguns trechos que mais me marcaram ao longo das páginas.

Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna

“Uma visita de dois dias ao ano não compensaria nunca a sensação de perda de não ter alguém por perto esse tempo todo.”

“Era mais fácil se esconder atrás das tradições do que mudar suas crenças e entendimentos de como o mundo bruxe funcionava.”

“Estava de saco cheio de perdoar. Estava de saco cheio de apenas existir e ser ele mesmo. Estava de saco cheio de ficar de fora.”

Já era ruim o bastante ser excluído… O que aconteceria se eles simplesmente não conseguissem – não quisessem – aceitá-lo como era?”

“Era sempre estressante ficar esperando a reação de alguém, se iam rejeitá-lo ou não, ou sequer entender o que significava quando um garoto trans revelava que era gay.”

“Apenas os mortos assistiram enquanto ele caminhava pelas lápides e voltava para casa, e eles também ficaram em silêncio.”

“Tentou manter a cabeça erguida e ir embora parecendo firme, mesmo que pudesse sentir seu coração se partindo.”

“Ele dava tudo e não esperava nada em troca. O coração de Yadriel se apertou. Não, nenhum deles era como Julian Diaz.”

“Yadriel tinha centenas de perguntas, mas nenhuma forma de respondê-las. A história bruxe era passada por tradições orais, não havia uma enciclopédia onde pudesse pesquisar a questão. Ele não podia perguntar a ninguém por que um espírito ficaria maligno tão rapidamente sem levantar suspeitas.”

“Queria ajudar Julian, queria encontrar Miguel. Odiava a ideia de apenas esperar o Día de Los Muertos para que o espírito de Miguel lhes contasse o que havia acontecido. E se, como Julian, Miguel também não conseguisse lembrar?”

“[…] E se você acha mesmo que qualquer pessoa na sua vida estará melhor sem você, então você é mais estúpido do que parece, Julian Diaz.”

Uau! Foi difícil selecionar apenas esses trechos, confesso. Logo eu volto com a resenha completa dessa história que já entrou para a lista dos favoritos do ano.

Agora me conta nos comentários, já leu esse livro? Qual foi sua leitura favorita do primeiro semestre?

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Aquisições Literárias

Aquisições Literárias | Novidades no Kindle

Olá meu povo, como estamos? Fim de semana pede […]

Leituras Abandonadas | 2024/1

Livros Abandonados do 1° Semestre | 2024

Olá meu povo, como estamos? Continuando o balanço literário […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui