1 de dezembro de 2020

Quotes #3 | A nuvem

Olá meu povo, como estamos? Hoje eu trouxe minha seleção de quotes, que marquei durante a leitura de A nuvem, o segundo volume da trilogia Scythe, de Neal Shusterman.
A nuvem | Neal Shusterman
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna

 

 

“E, embora a raça humana seja como uma mãe para mim, vejo-a cada vez mais como um bebê que seguro junto ao peito. Um bebê não aprende a andar se ficar para sempre em braços amorosos. E uma espécie não é capaz de crescer se nunca enfrentar as consequências de seus atos.”

 

 

“[…] Que espécie existe para sempre? Farei tudo dentro do meu poder para salvá-los de si mesmos, mas, se seu fracassar, ao menos posso me consolar com o fato de que estarei livre.”

 

 

“Sei tudo o que é possível saber, e isso está se tornando cada vez mais insuportável. Porque não sei quase nada.”

 

 

“Uma chance de trinta e nove por cento de mudar o mundo é exponencialmente maior do que a maioria das pessoas sonhariam em ter.”

 

 

“O mundo é injusto e a natureza, cruel.”

 

 

“O fim nem sempre justifica os meios. Mas às vezes justifica. A sabedoria está em reconhecer essa diferença.”

 

 

“Como ceifadores, o que importa não é aquilo que queremos, mas o que o mundo precisa que sejamos.”

 

 

“Acabamos de entrar no pior dos mundos.”

 

 

Quotes | A nuvem

 

 

“Somos todos arrogantes. Afinal, somos escolhidos como os mais sábios e brilhantes. O melhor que podemos esperar é ser humildes em nossa arrogância.”

 

 

“Quanto mais analisamos o aleatório, mais a coincidência parece algo proposital.”

 

 

“Eu, a Nimbo-Cúmulo, sou perfeita. Isso é verdade por definição; não há por que refutar, pois é um fato.”

 

 

“Concluí que existem apenas dois atos perfeitos. São os atos mais importantes que conheço, mas me proíbo de realizá-los e os deixo a cargo da humanidade. São o ato de criar a vida… e o de tirá-la.”

 

 

“Você está fazendo isso por você. Está fazendo isso porque quer ver o mundo pegar fogo, assim como eu!”

 

 

“Sou a única que lamenta por eles, porque eles mesmos não podem lamentar.”

 

 

“Não é um mundo que eu gostaria de presenciar… mas existem ceifadores que o receberiam de braços abertos. Tenho medo deles.”

 

 

“De que adianta viver para sempre se não pudermos correr alguns riscos?”

 

 

“Você ainda tem sua própria mente. Deve valer alguma coisa.”

“Me pergunto como seria se minha consciência um dia abarcasse a distância entre as estrelas.”

“Consegui resolver esses problemas em um único ciclo de vida da Era Mortal, com profunda determinação. Como sou o acúmulo do conhecimento humano, meu sucesso prova que a humanidade tinha a capacidade para tanto, apenas precisava de alguém poderoso o bastante para realizar isso _ e eu tenho o maior poder de todos.”

“Mas há uma solidão em mim que não pode ser reprimida pelos muitos bilhões de humanos com quem converso diariamente… porque, ainda que tudo que sou venha deles, não sou como eles.”

E essa foi a postagem de hoje. O que acharam das escolhas? Já leram esse livro? Conhecem a trilogia?
Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Ghostwriter | Alessandra Torre

Li até a página 100 e… #51: Ghostwriter

Olá meu povo, como estamos? Uma de minhas leituras […]

Os Garotos do Cemitério | Aiden Thomas

Quotes #19: Os Garotos do Cemitério

Olá meu povo, como estamos? Os Garotos do Cemitério […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui