28 de dezembro de 2021

Retrospectiva literária | 2021 + Aviso

Olá meu povo, como estamos? Hoje é a última semana do ano e, como de praxe, é época de fazer retrospectivas. Nessa época, paramos para fazer um balanço do ano, se fizemos tudo o que planejamos, o que ficou para trás, e se ainda dá para manter.
Retrospectiva literária | 2021
Foto: Creative Commons/Pixabay

 

Com os livros, não é diferente. E hoje, farei uma retrospectiva literária, com tudo o que aconteceu em 2021 nesse sentido.

Retrospectiva literária | 2021

 

1. Livros físicos x Livros digitais

Esse foi o ano que mais li, em comparação com anos anteriores. Isso já me chamou bastante atenção. Nessa lista, não foi surpresa alguma ver que livros digitais se tornaram mais frequentes por aqui.
Talvez por ter mais acesso a obras de autores nacionais por esse meio, já que grande parte das parcerias também se dão por meio de ebooks. Outra possibilidade seria a praticidade mesmo, já que leio mais rápido pelo leitor digital, todas as ideias são aceitáveis.
 
 

 

Retrospectiva literária | 2021

 

 
 
Mas o mais irônico foi que, com o sistema de trocas que comecei a usar no Skoob, a chegada de livros físicos por aqui aumentou consideravelmente, pois renovei praticamente toda a minha estante por esse formato e eram livros há muito desejados.
E, mesmo assim, ainda perderam feio para o ebooks em 2021. Outra coisa que chamou bastante atenção entre os livros digitais, foi que comecei a expandir os horizontes e me rendi aos contos em 2021. Isso vindo da amante dos calhamaços, é um verdadeiro espanto (rsrsrs).
 
Retrospectiva literária | 2021

 

 
Mas notei que meus gostos mudaram muito ultimamente e passaram a dar mais voz a leituras rápidas e levinhas, que me ajudaram um bocado a manter o hábito da leitura em dia, especialmente nesse último ano de doutorado.
E, por incrível que pareça, o balanço entre contos e livros ficou mais equilibrado do que imaginei.
 

2. Autores nacionais x Autores estrangeiros

Quando o blog começou, eu já era leitora assídua, mas ainda torcia o nariz para leituras nacionais, já que na minha cabeça, os autores nacionais eram só aqueles benditos clássicos, que era obrigada a ler na disciplina de Literatura da escola.
Mas conforme o blog foi crescendo (e eu também, como leitora), descobri obras nacionais incríveis, de gêneros que são bem minha zona de conforto, escritos por autores nacionais, muitos deles independentes. Inclusive dei uma segunda chance para clássicos nacionais (graças à dona Babi Bueno) e comecei a olhar para alguns deles com bons olhos, talvez por não ser mais obrigada a ler, e sim porque era minha vontade.
 

 

Retrospectiva literária | 2021

 

 
Desde então, livros nacionais foram tomando espaço nas minhas escolhas. Mas eles ainda ficavam bem atrás dos livros estrangeiros, que por serem hypados, chamavam mais minha atenção (o que não significa que eram boas leituras).
Em 2021, para minha surpresa, esse jogo virou, pois o sonho antigo de ler mais nacionais se realizou, especialmente quando assinei o Kindle Unlimited e encontrei muitas obras nacionais interessantes. Ainda com relação às leituras estrangeiras, 2021 foi marcado por leituras que saíram um pouco da caixinha, por se passarem em países que não costumam ser presentes nas minhas leituras, como Rússia ou Turquia, por exemplo. Isso é uma característica que espero poder manter em 2022, até para conhecer culturas de outros países mesmo, além de Estados Unidos e Inglaterra (que são os mais frequentes por aqui).
 

3. Autores x Autoras

Outra coisa que já tinha notado é a presença de livros escritos por mulheres na estante, que aumentou esse ano, porém ainda não superou a quantidade de livros escritos por homens.
 

 

Retrospectiva literária | 2021

 

Até quando tentei fazer o #LeiaMulheres por aqui, acho que ainda não tinha muita noção de como lidar com um projeto desses, querendo tudo para ontem, e ele não rendeu como esperava que renderia. Isso é uma coisa que gostaria de manter mais equilibrado em 2022.
Quem sabe até o projeto volte, sendo mais amadurecido e sem um prazo definido para acabar. Aliás, se tiverem dicas de obras escritas por mulheres (nacionais ou estrangeiras), aceitarei de bom grado (rsrsrs).

4. Melhores leituras de 2021

 E, agora, o momento mais esperado (pelo menos por mim, rsrs) quando chega o final do ano. Sempre tem aquelas leituras que mais nos impactaram, seja positiva ou negativamente, durante o ano.
2021 foi de muitas descobertas, e confesso que foi bem difícil escolher apenas 10 livros para serem os melhores. Mas a listinha saiu, e os felizardos foram:
1. Angellore, Divina Conspiração: Pandemônio – Gabrielle Ruas
2. O cisne ferido – Francine Candido
3. Mulher-Gato: Ladra de almas – Sarah J Maas
4. Um amigo do outro lado – Carol Camargo
5. Mar de sangue – Emerson Silva
6. Novo Mundo em chamas – Viktor Waewell
7. Os escritos de Elisa Barbosa – Vitor Barra
8. O fim da infância – Arthur C. Clarke
9. Dentes de dragão – Michael Crichton
10. Não confie em ninguém – Charlie Donlea
A lista foi feita sem uma ordem de quem gosto mais ou menos. Cada um me impactou de alguma forma, e mereceu estar nessa lista, apesar de ter sido bem difícil escolher apenas 10 representantes (rsrsrs). Já tinham lido algum desses livros?
E essa foi a retrospectiva literária de 2021. Aproveitando, gostaria de dar um aviso, pois preciso urgente descansar minha cabeça. 2021 foi um ano bem pesado, devido às obrigações acadêmicas, fora as parcerias fantásticas que o blog conseguiu ao longo do ano.
Mas, apesar de feliz, me cansei um bocadinho, e preciso de um pequeno recesso. Ano que vem estaremos de volta, com muitos projetos, leituras e experiências incríveis.
Retrospectiva literária | 2021

 

Aliás, aproveito para desejar a todos um 2022 muito maravilhoso, com muita saúde (principalmente mental) que estamos precisando bastante.

 

Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Booktag | 5,4,3,2,1

BOOKTAG | 5,4,3,2,1

Olá meu povo, como estamos? Hoje eu quero começar […]

Ghostwriter | Alessandra Torre

Li até a página 100 e… #51: Ghostwriter

Olá meu povo, como estamos? Uma de minhas leituras […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

44 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui