7 de julho de 2020

TAG dos 50% – 2020

   Olá meu povo, como estamos? Eu sempre via a bendita TAG dos 50%, que é meio que uma modinha entre os blogs literários, porém sempre achava legal e dizia que ia responder… Mas quando via, já tinha passado do meio do ano e eu deixava para o ano seguinte… E acontecia a mesma coisa de novo e de novo. 

  Agora, resolvi que farei essa bendita dessa TAG, finalmente, e trago minhas respostas à TAG dos 50%, me baseando nas perguntas que vi no blog Prefácio. =)
Casa de Rui Barbosa
Foto: Hanna Carolina/Mundinho da Hanna

1. O melhor livro que você leu até agora, em 2020

R. Eu dei muita, mas muita sorte esse ano, pois raros foram os livros que não me agradaram muito. Então foi muito difícil dizer qual a melhor leitura até o momento. Mas Cidades de dragões, de Raphael Draccon me matou uma saudade enorme de um bom livro de fantasia. Draccon me trouxe para esse mundo novamente com bastante maestria e foi a melhor leitura que tive até o momento. 



Cidades de dragões | Raphael Draccon
Foto: Divulgação


2. A melhor continuação que você leu até agora, em 2020

R. Essa também foi muito complicada de escolher, pois dei muita sorte com as continuações desse ano. Mas vou citar aqui o terceiro volume de Angellore – A divina conspiração (Prenúncio), da autora Gabrielle Ruas. Eu amo a escrita dessa autora e me sinto mesmo vivendo todas as aventuras de Sophie e dos Angellores de pertinho. 



Angellore - Divina conspiração | Gabrielle Ruas
Foto: Divulgação



3. Algum lançamento do primeiro semestre que você ainda não leu, mas quer muito

R. Um livro que conquistou pela capa e quero muito ler, é A última festa, de Lucy Foley. Já li várias resenhas e estou bem curiosa. 


A última festa | Lucy Foley
Foto: Divulgação



4. O livro mais aguardado do segundo semestre

R. Ainda na vibe de Angellore, a Gabi prometeu que o último volume, Pandemônio, sai até agosto… nem preciso dizer que estou #ansiosa! =p
Leia também: Projeto 12 meses – 12 cores

5. O livro que mais te decepcionou esse ano

R. Apesar de ser um livro que muitas pessoas gostam, devido à sua importância, eu não consegui gostar tanto assim de A metamorfose, de Kafka. Por mais que ele tenha uma importância incrível, eu fiquei bem decepcionada com o desenrolar dele, fora que foi a leitura mais difícil que fiz em 2020. 


A metamorfose | Kafka
Foto: Divulgação


6. O livro que mais te surpreendeu esse ano

R. Acho que finalmente posso dizer que fui fisgada pela escrita de Neil Gaiman. O oceano no fim do caminho nem é o melhor livro dele (ao menos acho que não), mas me surpreendi bastante. Foi meu primeiro contato oficial com os livros dele, que eu tanto relutei em ter, mesmo sabendo que era um autor aclamado e me gera uma desconfiança. Mas agora que li, posso dizer, ele realmente é um ótimo autor de suspense/fantasia/sobrenatural e quero conhecer mais livros dele. 



O oceano no fim do caminho | Neil Gaiman
Foto: Divulgação




7. Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro nesse semestre, ou que você conheceu recentemente)

R. Conheci muitos autores incríveis esse ano, especialmente brasileiros. Mas para responder essa pergunta, vou citar a Marie Lu, com Batman – Criaturas da noite. Ela é uma autora relativamente famosa, mas que eu ainda não conhecia. Depois de ler a adaptação que ela escreveu de Batman, vi que ela tem vários outros livros em distopia, que estou bem curiosa para conferir. Ela ganhou meu coração e está no hall dos autores favoritos. =) 



Batman - Criaturas da noite | Marie Lu
Foto: Divulgação



8. A sua quedinha por personagem fictício mais recente

R. Sophie que não me ouça (ou leia, rs), mas o Nicolae, de Angellore – Divina Conspiração, está um pedaço de mau caminho no decorrer dos livros… Só de ler sobre ele, já dá até calor… (rsrsrs)

9. Seu personagem favorito mais recente

R. Meu personagem favorito mais recente… hmm… deixa eu pensar… Arsène Lupin! Eu amei esse personagem de Maurice Leblanc e achei sensacional a personalidade dele também. Apesar de ser um ladrão, ele tem suas regras e princípios, o que o faz até ser honrado em alguns momentos. Fora que acaba agindo como um anti-herói, mais do que como um vilão, o que o faz ser “mais próximo” do Batman, que eu amo…  



Arsène Lupin | Maurice Leblanc
Foto: Divulgação



10. Um livro que te fez chorar nesse primeiro semestre

R. Chorar, não chorei… Sou bem durona e é difícil um livro me fazer chorar. Mas devo dizer que cheguei beeeeem perto, faltando umas páginas sofridas a mais, para isso acontecer, com Teu silêncio, minha resposta, do Fábio Abreu. O livro é muito tocante, mesmo que você não queira, que você questione o tempo todo. É um romance lindo, é emocionante demais. 




Teu silêncio, minha resposta | Fábio Abreu
Foto: Divulgação





TAG dos 50%



11. Um livro que te deixou feliz nesse primeiro semestre

R. Não vou dizer que fiquei feliz, talvez com aquele quentinho no coração me defina melhor. Mas me senti assim lendo Passarinha, de Kathryn Erskine. É um livro que me trouxe várias mensagens, sobre inclusão, respeito, diversidade, e sobre olhar mais para dentro. 


Passarinha | Kathryn Erskine
Foto: Divulgação



12. Melhor adaptação cinematográfica de um livro que você assistiu até agora, em 2020

R. Confesso que estou vendo mais séries do que filmes nesse ano, talvez porque o isolamento me permitiu maratonar mais as temporadas (rsrsrs). Então, das duas únicas adaptações literárias que vi em filme esse ano, a que mais gostei foi a versão de Total recall de 2012. Para quem não sabe, é um dos filmes originários do livro Realidades adaptadas de Philip K. Dick


Realidades adaptadas | Philip K. Dick
Foto: Divulgação




13. Sua resenha favorita desse primeiro semestre (escrita ou em vídeo)

R. Minha resenha favorita, até agora, foi a de Palácio de areia, da Raffa Fustagno.




Palácio de areia | Raffa Fustagno
Foto: Divulgação



14. O livro mais bonito que você comprou ou ganhou esse ano

R. Esse ano eu mantive a promessa de não comprar livros físicos, já que tenho muitos encalhados na estante. Mas com a quarentena e os livros gratuitos na Amazon, foi difícil de controlar na hora de comprar ebooks… (rsrsrs). Mas minha capa mais bonita é do livro O primeiro dia do resto de nossas vidas, de Kate Eberlen.




O primeiro dia do resto de nossas vidas | Kate Eberlen
Foto: Divulgação




15. Quais livros você precisa ou quer muito ler até o final do ano?

R. Eu pretendo manter minha TBR do projeto #12livrospara2020 até o final do ano. Fora que tenho alguns livros ainda em parceria com autores independentes e leituras coletivas para 2020. Então… aguardem mais resenhas nesse segundo semestre! 😉



   E aí, o que acharam dessa TAG? Gostariam que ela se tornasse quadro fixo de meio de ano por aqui? Me contem também como foi o balanço literário do ano de vocês? ^^




Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui