16 de novembro de 2016

#Um bom lugar para ler um livro: CCBB e o Mondrian

   Olá meu povo! Como estamos? Hoje é dia de #Um bom lugar para
ler um livro e vim mostrar para vocês a exposição Mondrian e o Movimento de
Sitjl, que tá rolando no CCBB-RJ. Vem ver! =)





     Para quem (assim como eu) não conhece Mondrian, aqui está um
pouco sobre esse cara:

   Piet Mondrian nasceu em 1872, na Holanda. Em 1908, depois
de realizar uma porção de obras de estilo mais tradicional, acabou influenciado
pelos estilos pós-impressionistas de van Gogh, Toorop, Seurat e Cézanne, e pelo
cubismo de Picasso. Assim, o que Mondrian começa a mostrar é um estilo mais
ousado e sistemático nas suas obras.
Em 1917 foi criada na Holanda uma revista chamada De Sitjl,
que começou como um movimento de arte e acabou como uma importante ferramenta
de contribuição para a cultura global no século XX. Essa revista ficou famosa
por desenvolver uma parceria entre artistas, arquitetos e designers, que eles
julgavam na época ser o “antídoto ao individualismo” pregado na época. Os
artistas que trabalhavam na De Stijl não buscavam uma padronização. Ao
contrário, eles se empenhavam em buscar soluções específicas e desafiadoras
para determinadas pessoas, espaços ou circunstâncias, tanto na arquitetura
quanto no mobiliário ou na pintura.


   Esse é um resumo do resumo que vem no panfleto distribuído
na exposição, para os visitantes se familiarizarem com o que estão para
encontrar adiante. A exposição é distribuída em dois pavimentos, no térreo e no
segundo andar.
   No térreo, você logo dá de cara com um “prédio” enorme e
alguns espaços para você tirar foto. Mas não são selfies comuns. Tudo o que
está preparado é como se você de fato entrasse nos quadros e arquitetura dos
artistas que faziam parte da revista De Stijl. Nem preciso dizer que me senti
uma criança de novo brincando nos cenários (rsrsrs)!





   No segundo andar, as pessoas entram em grupos de 20 e são
direcionadas para duas salas, aonde tem uma linha do tempo contando desde o
nascimento até o falecimento de Mondrian e o que ele encontrou no meio do
caminho. Além disso, tem alguns quadros que ele pintou, tanto no início da
carreira, quanto depois que foi influenciado pelos artistas mais famosos da
época. Aqui estão algumas fotos para vocês terem o gostinho e irem conferir…
=)




   Tem, ainda, uma terceira sala, aonde conta mais sobre a
revista De Stijl e suas influências sobre os artistas da época. Então tem uma
série de obras de arquitetura que vale a pena dar uma conferida. =)




   Apesar de ser relativamente pequena, a exposição mostra um
pouco sobre a arte no século XX de uma forma bem lúdica. Além disso, a parte
boa é que é “0800” e vai ficar aberta ao público até 09/01/2017, então não tem
desculpa para dizer que você não pode ir ver uma exposição de arte (rsrsrs).


   Então pessoal, essa foi a postagem de hoje. Espero que
tenham curtido e até mais! =)




Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui