5 de setembro de 2023

TBR de Setembro | 2023

 
Olá meu povo, como estamos? Mais um mês que se inicia e trago a TBR que vai me acompanhar ao longo dos próximos 30 dias. Dessa vez, eu fiz de uma forma diferente e montei a lista seguindo as regras da Maratona Literária de Primavera, mediada pelo @morcegosliterários. Venham ver os escolhidos.
 
 
TBR de Setembro | 2023
Foto: Creative Commons | Pixabay
 
 

 
Começando pelos que vieram do mês passado e ainda estão em andamento:
 
 

1. O Último Sorriso na Cidade Perdida (Luke Arnold)

 
 
O Último Sorriso na Cidade Perdida | Luke Arnold
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna

Fetch Phillips carrega nas costas uma imensa culpa, maior do que muita gente pode acreditar. Estando no fundo do poço, como último recurso ele aceita investigar o desaparecimento de um professor vampiro em uma escola das redondezas. É isso ou a morte. A tentação de se atirar pela janela de seu escritório está ficando cada vez mais difícil de resistir. Enquanto isso, Sunder City está devastada. Nesta cidade distópica, enfrentando a aridez do pós-guerra e a falta de magia, as criaturas imortais vão desaparecendo e dando lugar a grotescas formas inacabadas, retorcidas: a sociedade, a indústria, a política e a cultura se corrompem, as raças mágicas caem… e os humanos têm uma nítida ascensão. O que fazer para que a magia volte? As esquinas sombrias de Sunder escondem todo tipo de segredos, e Fetch, um sujeito inescrupuloso, irônico e nada confiável, está prestes a encontrar um problema que talvez seja grande demais.

 
 
Esse começou devagar, mas depois engrenou e estou achando interessante a proposta. Já cheguei em 62% e logo devo finalizar.
 
 
 

2. Juntos, Mas Nem Tanto (Noelle Adams)

 
 
Juntos, Mas Nem Tanto | Noelle Adams
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna

Esqueça todos os romances de colegas de apartamento que você possa ter lido.
Heather e Chris não se odeiam… muito.
E eles não transam o tempo todo… pelo menos, não no começo.
Chris não sai por aí sem camisa, flexionando os músculos e deixando Heather louca… com muita frequência.
E ele não fica enciumado e possessivo toda vez que ela sai com outro homem… bem, talvez às vezes.
Mas eles definitivamente não se apaixonam… de imediato.

Quando Heather voltar para sua cidade natal, ela planeja assumir a empresa de restauração do pai e se mudar para um lindo apartamento em Preston’s Mill. Mas então ela descobre que terá que se associar a um homem que nunca vai poder perdoar: Chris Dole, que abandonou seu pai e traiu sua confiança há três anos.
E fica ainda pior: Eles não precisam apenas trabalhar juntos. Precisam dividir o apartamento por seis meses para provar que podem se dar bem. Isso significa que Heather vai ter que lidar com Chris e tolerar sua antipatia, sensualidade mortal e sua cadeira reclinável horrorosa que ele chama de Flo.
Ela vai fazer o que for preciso por lealdade ao pai, mas não vai gostar.

Pelo menos, não muito.

 
    Esse também tem uma premissa interessante e já curti a escrita fluida da autora. Porém deixei ele em 38%, para dar conta dos outros livros da TBR. 
 
 
 
 
Agora, vamos aos novos de setembro:
 
 

3. Crônicas de Asvir – Premissa para o caos (Michelle Marion)

 
 
Crônicas de Asvir | Michelle Marion
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna

A história se inicia muitos anos antes da jornada de Killian por Asvir. Quando uma jovem sobrevivente da guerra de Seathar inicia uma busca por respostas para memórias perdidas de seu passado. Com as descobertas, se vê determinada a impedir uma nova ameaça do espaço-tempo. Testemunhe a jornada dos Guardiões e as escolhas que levaram às consequências que Killian e seus amigos enfrentaram até agora.

Esse também já foi iniciado e já cheguei no meio do “tiro, porrada e bomba”. Estou em 20% e de queixo caído. Espero que se mantenha assim até o final.
 
 

4. Quase Princesa (Pamela DuMond)

 
 
Quase Princesa | Pamela DuMond
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna
 
 

Dois príncipes estão apaixonados por ela… pena que ela é uma impostora.
Quando Lucy é demitida após derrubar, não tão sem querer, uma jarra de margueritas em um cliente que assediou sua melhor amiga, ela precisa encontrar um emprego novo. E rápido. Mas as buscas não parecem promissoras. Até que…

Procura-se assistente pessoal. Requisitos: ter por volta de vinte anos, excelentes habilidades pessoais e não se sentir intimidada por celebridades. Obrigatório assinar contrato de confidencialidade.

A vaga era perfeita. Afinal, quem não gostaria de passar por uma transformação de luxo, com roupas de grife e tratamento real? O trabalho parecia ser fácil: ser a assistente pessoal de Lady Lizzie Billingsley, futura esposa por conveniência do príncipe e playboy Cristoph, de Fredonia.

Mas ela não sabia que sua verdadeira função era viajar para Fredonia para fingir ser Lizzie, uma vez que a empregadora poderia facilmente ser confundida com a irmã chique e polida de Lucy, e manter o interesse do príncipe Cristoph enquanto ela resolve algumas questões em Chicago. E talvez Lizzie precise repensar seu relacionamento clandestino com o irmão do futuro marido, o príncipe Nicholas. O homem de cabelos escuros, lindos olhos azuis e com músculos tão definidos que faria qualquer garota suspirar.

Lucy se comprometeu a realizar o trabalho… afinal, o que poderia dar errado?

 
 
Esse é um guerreiro (rsrsrs). Está na TBR de meses atrás e ainda não dei uma chance a ele. Espero que não seja um sinal do destino, me dizendo que não é para ler mesmo.
 
 

5. As Quatro Rainhas Mortas (Astrid Scholte)

 
 
As Quatro Rainhas Mortas | Astrid Scholte
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna
 
 
Na efervescência de paixões proibidas, segredos e alguns mistérios, o reinado das quatro rainhas de Quadara está ameaçado – resta saber como, e por quem. No continente de Quadara, há séculos quatro rainhas reinam absolutas, cada uma representando o próprio quadrante. Juntas, mas separadas. A decidida Iris fala por Archia, a ilha de terras férteis; a estoica Corra representa a tecnológica Eonia; Marguerite, a mais velha das rainhas, é a soberana de Toria e de seus curiosos habitantes; e Stessa, a mais jovem, é o rosto de Ludia, o quadrante da diversão e da arte. As quatro mulheres dividem o poder, sempre respeitando as Leis das Rainhas, sempre pensando no povo e no melhor para a nação. Mas elas têm segredos, e estes podem ser letais. Tão letais quanto Kelarie Corrington. Aos 17 anos, a toriana é a mais hábil larápia e a melhor mentirosa de Jetée. um distrito de excessos, contrabando e charlatões. O último lugar que Varin, um mensageiro eonista, deveria visitar. Mas ele foi roubado… por Keralie, e a jovem é a única esperança de reaver a mercadoria e manter seu emprego. Um mensageiro nunca pode perder sua encomenda. Para piorar, há coisas muito mais sinistras nos chips de comunicação afanados por Keralie. Algo que pode enredar a larápia e o mensageiro em uma conspiração para assassinar as quatro rainhas de Quadara. Sem opção, os dois resolvem se unir para descobrir o assassino e salvar a própria vida no processo. Quando sua relutante parceria começa a se transformar em algo mais, os dois precisam aprender a confiar um no outro e a superar as diferenças entre quadrantes para viver esse amor. Mas será que uma curiosa toriana e um insensível eonista têm alguma chance?
 
 
 
Mais um guerreiro de TBR’s passadas. Vamos ver se agora vai (rsrsrs).
 
 

6. Muitas Águas (Madeleine L’Engle)

 
 
Muitas Águas | Madeleine L'Engle
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna
 
 

É preciso acreditar em certas coisas para poder vê-las! Sandy e Dennys, os gêmeos da família Murry, sempre foram práticos, realistas e nunca prestaram muita atenção às conversas dos pais cientistas sobre coisas altamente teóricas como tesseratos e farândolas. Mas, após um acidente no laboratório do sr. e da sra. Murry, algo acontece com eles que desafia drasticamente suas capacidades de crer no impossível. Com um desastre à vista, será que os gêmeos conseguirão encontrar uma maneira de voltar à realidade?

 
 

7. Mulher Maravilha – Direito de Nascença (Brian Azzarello, Cliff Chiang e Tony Akins)

 
 
Mulher Maravilha - Direito de Nascença | Brian Azzarello e Cia.
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna
 

Com seu todo-poderoso pai Zeus desaparecido, a Mulher-Maravilha acabou sendo arrastada para a mãe de todas as contendas familiares: a batalha dos deuses pelo trono do Olimpo. E Zola – uma amiga humana da heroína, engravidada por Zeus em pessoa – pode se tornar em breve mais uma baixa nesse conflito agora que foi raptada por Hades, o soberano dos mortos! Para libertar sua companheira, Diana precisará enfrentar o segredo mais sombrio das amazonas, se equipar com armas criadas nas forjas dos deuses e se aliar a divindades nada estáveis e com objetivos desconhecidos. A viagem para o Inferno está marcada, e o soberano daquela desesperadora paisagem quer mais do que apenas a alma da Mulher-Maravilha…

 
 

8. Cinderela Está Morta (Kalynn Bayron)

 
 
Cinderela Está Morta | Kalynn Bayron
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna

 

Cinderela está morta há duzentos anos, e o conto de fadas acabou. Em um reino onde as mulheres são vistas como objetos, uma menina vai contrariar tudo e a todos para poder ter a escolha de amar livremente e decidir o próprio destino.

Dois séculos após Cinderela ter encontrado o seu Príncipe Encantado, a magia parece ter abandonado o reino de Mersailles. Cinderela e a fada madrinha não passam de lendas, e o reino está há décadas sob o controle de reis tirânicos. Ao completar dezesseis anos, todas as jovens são obrigadas a participar do Baile Anual, onde os homens do reino vão para escolher jovens esposas. Não ser escolhida é uma sentença de ruína tanto para a garota quanto para a sua família. Sophia está se preparando para seu primeiro baile, mas o que realmente deseja é se casar com Erin, sua melhor amiga. No dia do baile, Sophia toma a decisão desesperada de fugir, indo parar no mausoléu da Cinderela. Lá, ela encontrará uma aliada inesperada, alguém com respostas para os mistérios envolvendo as lendas que giram em torno da mítica história da Cinderela. Juntas, elas vão enfrentar a tirania opressora do rei e de uma sociedade patriarcal que impede que as pessoas sejam livres.

 
 
Esse será o representante do 12 Livros para 2023 de setembro, como o número 12 da pilha.
 
 

9. Esconda-se (Lisa Gardner)

 
 
Esconda-se | Lisa Gardner
Foto: Hanna de Paiva | Mundinho da Hanna
 
 

Uma mulher que foi obrigada a fugir – desde criança – de uma possível ameaça. Uma ameaça que seu pai via em todo lugar, mas que a polícia nunca considerou. Um antigo e desativado sanatório para doentes mentais que pode ter muito mais a esconder entre suas paredes do que homens e mulheres entorpecidos por remédios. Uma história de rancor entre membros de uma mesma família que nunca conseguiram superar os episódios de violência doméstica que presenciaram.

Um pingente que foi parar em mãos erradas – e a cena de um crime brutal: seis meninas mortas e mumificadas há mais de trinta anos. Agora, cabe à famosa detetive D.D. Warren descobrir quem foi o serial killer que cometeu esta atrocidade e que motivação infame deformou sua mente. Acompanhe D.D. Warren na solução de mais este complexo caso e encontre o inimaginável que está por trás de pessoas aparentemente comuns!

 
Se darei conta de todos, não sei. Mas a maratona já está em andamento e estou dando conta das metas diárias nesses primeiros dias. E também, caso não dê certo, o importante é ler, independente de páginas contadas. Agora me contem: Vocês já escolheram o que vão ler esse mês? Já leram algum desses que citei?
 
Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Ghostwriter | Alessandra Torre

Li até a página 100 e… #51: Ghostwriter

Olá meu povo, como estamos? Uma de minhas leituras […]

Os Garotos do Cemitério | Aiden Thomas

Quotes #19: Os Garotos do Cemitério

Olá meu povo, como estamos? Os Garotos do Cemitério […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui