26 de junho de 2021

Amantes das séries | Lupin (2ª Temporada)

 Olá meu povo, como estamos? Hoje temos as minhas considerações sobre a segunda temporada de Lupin, que estreou essa semana na Netflix.
Lupin | Netflix
Foto: Divulgação | Netflix

 

ALERTA: Pode conter spoilers da primeira temporada!

Ficha Técnica

Série: Lupin
Gênero: Drama, Policial
Ano: 2021
Temporada: 2 (em andamento)
Episódios: 5 (50min em média)
País: França, EUA
 

 

Baseada nos romances policiais de Maurice Leblanc, Lupin acompanha Assane Diop (Omar Sy), um homem que, 25 anos atrás, viu sua vida virar de cabeça para baixo com a morte de seu pai, então acusado injustamente de um crime. Agora, ele está em busca de vingança e, para isso, se inspira em Arsène Lupin, o famoso “ladrão de casaca” da literatura francesa. Conhecido como “Robin Hood da Belle Époque”, Lupin se tornou um gênio do crime na Paris do início do século 20 – e Diop vai seguir seus passos nos dias de hoje.

 

Lupin | Netflix

 

Ao final da primeira temporada, Assane Diop e Claire parecem estar fazendo as pazes. Para comemorar o aniversário de Raul, eles levaram o menino para um dos cenários mais icônicos dos livros de Arsène Lupin, para a alegria dele, que está ficando tão apaixonado pelas aventuras do personagem quanto o pai.
Mas, num momento de distração, Raul é sequestrado, o que dá a emoção que começamos agora. Assane está desesperado procurando o filho. Sua relação com a mãe do menino já não era das melhores e, agora, vai ficar pior ainda, já que ela o culpa por várias coisas que estão acontecendo ultimamente e o jeito fantástico de Diop de resolver tudo.
Com esse clima de suspense, medo e confusão, Diop acaba tendo como aliado o nosso estagiário de Ganimard, que pode ser um grande aliado nessa busca. Assane está com muita raiva, especialmente porque sabe quem foi que sequestrou seu filho, e fica ainda com mais raiva por sentir na pele o que é ver seu filho correndo perigo e ele de mãos atadas. Enquanto isso, a polícia francesa está atrás do ladrão misterioso, que está ganhando cara diante da imprensa, ficando ainda mais famoso por onde passa.
Lupin | Netflix
Foto: Divulgação | Netflix

 

Ainda mantendo a proposta da temporada anterior, a série não é uma adaptação dos livros, mas mostra um fã incondicional de Arsène Lupin, que acaba usando os métodos do personagem para se safar no mundo real. Assane é tão fã de Lupin, que até tem uma personalidade parecida. Ele é charmoso, inteligente e está sempre um passo a frente da polícia, que é feita de trouxa o tempo inteiro.
Nessa segunda temporada, temos traços do que poderia ser o segundo livro da série, Arsène Lupin contra Herlock Sholmes, onde as duas mentes mais brilhantes que o mundo da literatura já viu, brigam para ver quem é o mais esperto. Confesso que não identifiquei quem seria o Herlock Sholmes aqui, já que não temos um personagem ao certo para fazer as vezes do detetive consultor.
Lupin | Netflix
Foto: Divulgação | Netflix
Talvez por isso tenha dado um quê de distinção dos livros, já que Herlock Sholmes poderia ser qualquer um que prestasse atenção aos mínimos detalhes. Apesar de não ter tanta emoção com os esquemas de Lupin, como vi no começo, nessa continuação temos mais drama, conflitos familiares e outros temas que achei bem pertinentes.
Ao mesmo tempo que temos um ladrão cavalheiro, sempre seguindo seu código de honra e fazendo a justiça que a polícia não quer fazer, eu gostei porque aqui vemos várias alfinetadas em coisas que sempre nos revoltamos, e vemos que na Europa não é diferente: preconceito, corrupção e esquemas de lavagem de dinheiro na cara de pau.
Diop mostra que não tem medo de pessoas que se escondem por trás de poder e contatos importantes. Se ele vai fazer justiça, ele vai sem pensar nas consequências. Sempre saindo das situações das maneiras mais inusitadas, é impossível não maratonar essa série. Assim como é impossível não torcer para Diop, que pode fazer as coisas de formas escusas, mas ainda assim, age como um verdadeiro herói da atualidade, mostrando que não precisa de poderes mágicos para ser uma boa pessoa. Basta inteligência e atacar onde dói mais nos ricos e poderosos.
Nem preciso dizer o quanto já fiquei ansiosa ao saber que temos uma terceira temporada a caminho. Com uma fotografia espetacular, um elenco incrível e uma trilha sonora fantástica, só posso continuar dando nota máxima para essa série que me conquistou.
E aí, já assistiram Lupin? E os livros, já leram?
Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Pavilhão Japonês | Parque Ibirapuera

Para Animar seu Final de Semana #3

Olá meu povo, como estamos? Vamos a mais uma […]

Para animar seu fim de semana

Para Animar seu Final de Semana #1

Olá meu povo, como estamos? Hoje começa um quadro […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui