8 de maio de 2021

Amantes das séries | The good place

Olá meu povo, como estamos? Hoje vou falar sobre uma série, que não é tão nova, mas também não é tão antiga, mas que me conquistou, The good place, no catálogo Netflix.
The good place | Netflix
Foto: Divulgação

 

 

Ficha técnica

Série: The good place
Ano: 2016-2020
Temporadas: 4 (finalizada)
Episódios: 51
Duração: 30min (em média)
País: EUA

 

Eleanor Shellstrop (Kristen Bell) está morta. Acontece que, após sua partida, ela foi enviada ao “Good Place – ou “Lugar Bom” -, um lugar de eterna felicidade destinado às pessoas que fizeram o bem durante suas vidas. Lá, todos são bons e encontram as suas almas gêmeas, com quem passarão o resto da eternidade. Mas tudo isso não passa de um acidente: Eleanor não merece estar lá. E agora, será que ela vai conseguir esconder a verdade de Michael (Ted Danson), que coordena a vizinhança, ou será eventualmente enviada ao “Bad Place”?

 

 

Eleanor Shellstrop morreu. E, como é de se esperar, agora ela vai descobrir o que tem depois que as pessoas morrem. Ela é recebida muito gentilmente por Michael, o arquiteto do bairro onde ela vai morar pela eternidade.
Depois de um belo passeio pelo local, ela é muito bem recebida e tem uma promessa de vida muito tranquila após a morte, já que ela foi para “O Bom Lugar”… Só tem um pequeno problema, ela não deveria estar ali e sabe disso! Como ela foi parar lá, é um mistério. Mas mistério ou não, ela quer fazer de tudo para ficar lá e não ser enviada para o “Lugar Ruim”.

 

The good place | Netflix
Foto: Divulgação
Já fazia um tempo que eu conhecia essa série, por ouvir muitos comentários a respeito dela. Mas até então, não tinha dado uma chance ainda. Não sei porquê, mas sempre achava que não iria gostar dela, pelo fato de ser levinha até demais… mas me enganei redondamente.
Primeiro, apesar de saber que Elleanor está fazendo suas tretas mesmo após a morte, eu gostei dela logo de cara. Ela não é uma boa pessoa e sabe muito bem a verdade sobre si mesma. Mas sabe aquele ditado: “ah, esse é meu jeito, estou condenadx mesmo, então dane-se!”.
Pois foi assim que ela passou toda sua vida, passando os amigos para trás, furtando coisas, enganando pessoas, como ele via seus pais fazendo. Até que o dia da morte chegou e ela se viu por engano num lugar de calma e tranquilidade.
E seus problemas só aumentaram quando ela descobriu que lá no “Bom Lugar” era onde se encontraria finalmente com sua alma gêmea. Pense só na confusão que não é quando Chidi, sua suposta alma gêmea, bate na sua porta todo sorridente?!
Mesmo sabendo a verdade, Chidi acaba aceitando ajudar Elleanor a manter a farsa e ficar no “Bom Lugar”, mas muitas coisas vão saindo do controle e fica difícil manter esse segredo só entre eles.

 

The good place | Netflix
Foto: Divulgação
Aos poucos, vamos sendo apresentados aos outros moradores do bairro, como Tahani, uma milionária paquistanesa (mas que sente mais inglesa que a Rainha Elizabeth) e estrela de muitas capas de revista, que fica super feliz em saber que vai passar a eternidade fazendo o que fazia em vida terrena: bailes e mais bailes chiques.
E sua alma gêmea, um monge budista que fez voto de silêncio.. que parece ter que manter também após a morte (rsrsrs). Esses quatro não tem nada a ver um com o outro, mas acabam construindo uma vizinhança jamais esperada e muito divertida. Não apenas eles, mas o próprio Michael e a Janet formam uma bela dupla imortal.

 

The good place | Netflix
Foto: Divulgação
É uma série de quatro temporadas, já finalizada, que simplesmente me viciou! Como os episódios são relativamente curtinhos, eles vão passando e você vai assistindo um atrás do outro, sem nem sentir. O elenco escolhido é fantástico. Alguns atores eu já conhecia de outras séries, como o que faz o Michael, mas jamais iria imaginar ele no papel que fazia, com atos mais cômicos.
Além dele, vários outros personagens criaram uma química logo no começo, o que prende o telespectador, e cria uma expectativa de “final feliz”, mesmo na eternidade. Apesar de ser uma série com uma pegada mais cômica, eu achei bem lúdica a ideia de Céu e Inferno, sem a necessidade de passar por alguma “religião correta”.
A mensagem na real é que, não importa o que você faça em vida, qual religião siga. No fim das contas, todos iremos compartilhar o mesmo lugar, seja bom ou ruim. E ela acaba ficando bem crível, conforme vamos vendo os outros episódios e conhecendo várias versões de Janet’s (uma para cada sessão da vida após a morte).

 

The good place | Netflix
Foto: Divulgação
Aos poucos também, vamos entendendo o que cada alma ali fez em vida e os motivos para estarem onde estão. E, não sei se aconteceu com todos que viram, mas eu me peguei várias vezes pensando em atos que eu mesma fiz no passado, pensando que era uma coisa tão bobinha, que nem faria diferença depois.
Mas já pensou que são essas “coisinhas bobas” que pesam na sua balança quando morrer? Mesmo que trate de assuntos mais sobrenaturais, a série é um convite para pensarmos sobre isso mesmo. Se tiver de fato um “Lugar Bom” e um “Lugar Ruim”, para onde eu iria com tudo o que fiz em vida até agora?

 

The good place | Netflix
Foto: Divulgação

 

E não, não quero dizer que a partir de agora você vai ficar bitoladx, só pensando nisso o resto da vida, se sentindo condenadx. Muito pelo contrário. É uma série que fala sobre pequenas atitudes, que tornam a vida mais leve, mais tranquila e mais simples. 
 
É uma série bem leve, divertida, mas que te faz refletir e tem uma mensagem muito bonita no final. Super recomendo essa série, ainda mais se você busca algo com essa combinação. 
 
 

 

 

 

The good place | Netflix
Foto: Divulgação
 E aí, já tinham visto essa série? Me contem aí!
Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Pavilhão Japonês | Parque Ibirapuera

Para Animar seu Final de Semana #3

Olá meu povo, como estamos? Vamos a mais uma […]

Para animar seu fim de semana

Para Animar seu Final de Semana #1

Olá meu povo, como estamos? Hoje começa um quadro […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Comments

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui