13 de abril de 2017

Diário de Viagem: Petrópolis (Parte II)

Olá meu povo, como estamos? Conforme eu disse AQUI, o Diário de Viagem foi dividido em três partes para falar sobre por onde andei em Petrópolis. E aqui estamos na segunda parte dessa maravilhosa viagem. Vem ver o que mais tem por aquela cidade linda! 


 



Então, dessa vez, as paradas foram no Palácio Rio Negro, Catedral de São Pedro de Alcântara e Museu Imperial. 
 

1. Palácio Rio Negro

 

 

 O Palácio Rio Negro é usado até hoje como residência de verão dos presidentes da República. A entrada é gratuita e podemos passear pelos vários cômodos que foram ocupados pelos presidentes, cada um identificado com sua placa. Andar por ali me fez pensar nos filmes que falam sobre a Casa Branca, onde cada quarto era de um presidente (rsrs).
O que achei interessante é que logo na entrada temos as escadas e na parede os quadros com os presidentes em ordem cronológica. Me senti num túnel do tempo. E os móveis também são bem elegantes para as épocas em que foram usados. 
 
 
 

 

 
 

 

 
 

 

 
 
 Passamos rapidamente pelo palácio, mas ele é muito lindo e vale a pena ser visitado. E fica bem pertinho do centro, então dá pra ir andando.
 


 
 
 

 2. Catedral de São Pedro de Alcântara

 
 
 
Essa catedral é famosa, pois guarda os túmulos de Dom João VI e mais alguns parentes da corte portuguesa. Ela foi inaugurada em 1845 e é toda em estilo semelhante ao observado em Notre Dame (acho que é Gótico). Não entendo de arquitetura (rsrsrs). mas é bem sombria quando olhada de longe, e por dentro também. Hoje é uma paróquia de Petrópolis e aberta ao público diariamente. 
 
 
 




 
 

3. Museu Imperial

 
 
 
Por fim, porém não menos importante, temos o Museu Imperial. Apesar de ser conhecido assim hoje, o museu abriga coleções que pertenceram ao Brasil ainda antes de ser Império. Lá dentro é proibido tirar fotos e acho sensacional que o piso ainda é o original, então todo mundo tem que andar com umas pantufas muito engraçadas, para não estragar o piso.
São dois andares que podemos percorrer, com cômodos que pertenceram aos membros da família imperial e por itens que foram utilizados por eles em n ocasiões, sendo festivas ou não. A entrada aqui é paga, e fica aberto de terça a domingo, de 10h às 17h. No entanto, nos jardins do lado externo, é possível ficar até 17h30min, fora que fotos são liberadas. Por onde passamos na área externa, tem sempre algo que remete a algum momento da família imperial. 
 
 

 

 

 

 
Esses são os jardins, que vistos de cima lembram os dos castelos da França…
 
   
Então meu povo, por hoje é só. Não percam na próxima quinta a terceira e última parte desse passeio maravilhoso em Petrópolis. 
 
 
 
 
Postado por:

Hanna de Paiva

Gostou? Leia esses outros:

Momentos de Abril

Memórias do Mês | Abril

Olá meu povo, como estamos? O mês de abril […]

Memórias do Mês | Março

Olá meu povo, como estamos? As novidades só vão […]

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Classificação de resenhas

Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo

anuncie aqui